Univers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Univers

A Univers é uma família tipográfica sem-serifa bastante popular. Foi desenhada por Adrian Frutiger e publicada pela Deberny & Peignot em 1957. A fonte é conhecida por sua limpeza e legibilidade a longas distâncias.

A Univers foi uma das primeiras famílias a serem desenhadas pensando-se em todas as suas variações e tamanhos. Frutiger criou um sistema próprio para a categorização dos tipos, usando um código de números ao invés de nomes (são 21 variações ao todo, incluindo as itálicas, negritos, estendidas, etc). A versão regular é reconhecida pelo código 55, as itálicas possuem números pares e as demais, ímpares.

Exemplo da Univers, versão regular.

Uso[editar | editar código-fonte]

A Univers é considerada um dos símbolos máximos do modernismo no design gráfico. Junto da Helvetica, foi uma das fontes mais utilizadas nos mais diversos trabalhos. A Univers é bastante similar à Helvetica (a maioria dos tipos são praticamente idênticos para a maioria das pessoas) embora a primeira seja mais dinâmica que a última (diz-se que existia uma discórdia entre partidários da Helvetica e da Univers). A letra a minúscula é a principal diferença entre as duas famílias.

A Univers gozou de grande popularidade principalmente nas décadas de 1960 e 70, tornando-se, para muitos designers, a fonte sem-serifa, por excelência. Foi usada por diversas empresas, entre elas a Swiss International Air Lines e o Deutsche Bank, e para uso cotidiano ao redor de todo o mundo. A Apple Inc. costuma usar todas as variantes itálicas desta fonte nos teclados de seus computadores. O metrô de Paris também faz uso intenso da Univers.

A Univers é a fonte utilizada no logotipo do IBGE e em parte de sua identidade visual.

É a letra utilizada nos totens da Avenida Paulista.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Adrian Frutiger criou a Univers como trabalho de conclusão do seu curso de Design e seus primeiros desenhos foram desenvolvidos em 1949. Devido à reconhecida qualidade da fonte, passou a ser produzida em tipos de metal e em fotocomposição entre 1954 e 1957.

Quando foi adaptada para leitura em tela, revelou-se bastante ilegível. Por esse motivo, durante a década de 1990, a família foi redesenhada (otimizando a fonte mas mantendo a aparência original) e a nova versão é conhecida como Linotype Univers (já que é comercializada pela empresa Linotype).

Desdobramentos[editar | editar código-fonte]

Frutiger foi chamado na década de 1970 para projetar o sistema de comunicação visual do Aeroporto Internacional Charles de Gaulle de Paris. A fonte que usou neste sistema foi totalmente projetada para a ocasião, embora tenha sido inspirada nos desenhos da univers. A fonte resultante foi, então, adaptada para a comercialização e passou a ser conhecida como Frutiger.

A Frutiger (a fonte, não o autor) é considerada inovadora pela sua dinâmica, tendo influenciado dezenas de outras populares famílias, como a Verdana e a Bitstream Vera. Portanto, a Univers está indiretamente relacionada com grande parte das fontes desenhadas nas últimas décadas.

Exemplo de Univers

O parágrafo seguinte está escrito em Univers, caso esteja instalada no seu computador, senão é utilizada o tipo de letra monospace.

Design é um termo da língua inglesa que se refere a um determinado esforço criativo, seja bidimensional ou tridimensional, segundo o qual se projetam objetos ou meios de comunicação diversos para o uso humano. Por este fato, ela pode ser traduzida como "desenho", mas não se refere diretamente ao ato de desenhar. Devido à dificuldade de tradução, costuma-se adotar nos países de língua portuguesa a palavra original, de forma que o profissional que trabalha na área de design é chamado designer.

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ
abcdefghijklmnopqrstuvwxyz
1234567890

Exemplos de caracteres
IPA: /ɪgˈzɑːmpəl əv aɪpiːˈeɪ tɹɑːnˈskɹɪpʃən/.
Caracteres árabes: العربية.
Caracteres hebraicos: עברית.
Caracteres cirílicos: Кирилица.
Caracteres gregos: Ελληνικά.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • ROCHA, Cláudio; Projeto tipográfico - análise e discussão de fontes tipográficas; São Paulo: Editora Rosari, 2001 ISBN 85-88343-04-5