Usuário:Jo Lorib/Arquivo Agosto 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Boa noite Jo Lorib!

Já Existe mais alguma informação que me possa dar sobre o Colégio da Cerdeira? Cordialmente, 78.130.4.224 (discussão) 21h11min de 8 de agosto de 2010 (UTC)Filipe--78.130.4.224 (discussão) 21h11min de 8 de agosto de 2010 (UTC)

Critério inclusivo - Dep. Fed.[editar | editar código-fonte]

Inclusivos não né Jo, é parte dos critérios de notoriedade. Mas CV copiado de site não vai ser aceito nem se for presidente da república... Alegre. Abraço. Leandro Martinez msg 20h24min de 12 de agosto de 2010 (UTC)

Respondí no reflexo, acordei agora (gripão). Que houve, você acha que o artigo Bispo Ge Tenuta não deveria ter sido apagado? Abraço. Leandro Martinez msg 20h32min de 12 de agosto de 2010 (UTC)

Re: Jardim Europa e América[editar | editar código-fonte]

Olá, e obrigado pelo especialista.

Apesar de não gostar da simplificação das zonas paulistanas (Centro, Norte, Sul, Leste e Oeste) afirmo que a região dos Jardins encontra-se completamente na Zona Oeste, assim como os distritos de Itaim Bibi e Morumbi. Os Jardins e Itaim Bibi são administrados pela Subpref. de Pinheiros e o Morumbi pela do Butantã.

É da cultura do paulistano falar que todas as regiões ricas situam-se na "Zona Sul", como na capital carioca, fato não comprovado, já que oficialmente os distritos de Moema, Vila Mariana, Santo Amaro estão na Zona Centro-Sul, que infelizmente não é divulgada e conhecida.

O único bairro nobre localizado na verdadeira Zona Sul é o Panamby, no distrito de Vila Andrade.

Se você olhar os mapas abaixo perceberá que se levar em conta a classificação popular e da mídia quase toda a cidade de São Paulo faz parte da Zona Sul, desde a Aclimação até Marsilac.

Nos mapas abaixo verás que as subprefeituras de Pinheiros (onde se encontram o: Alto de Pinheiros, Brooklin, Vila Olímpia, Itaim Bibi...) e a do Butantã (Morumbi, Vila Sônia...) encontram-se totalmente na ZO.

Para dificultar ainda mais o entendimento do zoneamento a "querida" Martaxa estabelece cores nos ônibus e placas toponômicas que não respeitam os limites das zonas, ou seja, foi criada só para os transportes outra divisão da cidade, chamada de divisão geográfica.

Espero tê-lo ajudado.--PeterLouiz (discussão) 18h17min de 14 de agosto de 2010 (UTC)

Mapa oficial das zonas
Mapa simplificado

É preciso resolver a "brincadeira" com uma Bandeira[editar | editar código-fonte]

Um idiota qualquer conseguiu que as Wikis germânica, anglófona e castelhana o sagrassem rei do disparate quanto à Bandeira de Portugal (e em destacado). A questão essencial é esta: Nós vamos crucificar o idiota? Ou vamos crucificar as Wikis que o sagraram idiota? Ou como é que vamos resolver o problema? Como você é um rapaz comedido, explique-me lá como é que resolvemos este berbicacho (mas jamais, de modo algum, se junte ao berbicacho).Jorge alo (discussão) 01h06min de 16 de agosto de 2010 (UTC)

Restauro de página[editar | editar código-fonte]

Olá! obrigado por restaurar a página! Penso vir a acrescentar mais dados, assim que os consiga recolher. De qqer modo, parece-me que há imensas páginas que não tem, nem uma referência e mantêm-se. Conseguiu detectar se se tratou de terrorismo, ou apenas excesso de zelo? Os meus cumprimentosQuiiiz (discussão) 19h15min de 16 de agosto de 2010 (UTC)

Olá! Como já referi, acrescentarei mais dados, assim que os consiga recolher. No entanto quero sublinhar que a versão inicial (a que foi restaurada) já continha 4 (quatro) objectos (publicações em papel) referidos em bibliografia, por isso estranhei; os blogues não estão citados como fontes, apenas como sugestões de consulta (não era minha intenção legitimar o "mau", com o "pior").
Por esse facto também, estranhei que o assunto não fosse sequer posto em discussão, o que me fez pensar poder tratar-se de terrorismo; não referi a hipótese de complot. De facto, o próprio artigo está ligado a outros que não possuem um único objecto mencionado em bibliografia e que nem tag de falta de fontes tem... e sim; tenho consciência que os meios de acção são limitados, o que poderá ter motivado a que o artigo fosse "metido no mesmo saco" de outros e apagado sem uma análise um pouco mais cuidadosa. Uma vez mais agradeço a sua intervenção. Os meus cumprimentosQuiiiz (discussão) 14h23min de 17 de agosto de 2010 (UTC)

Falsificação erudita da história de Portugal[editar | editar código-fonte]

Tá bom Jo Lorib?

Não ligue muito à minha anterior mensagem, e aqui vai agora uma explicação decente do que eu quero dizer. Há alguém, ou porque é maluco ou porque tem qualquer motivação de índole mais esquisita, que se dedica a distorcer a História de Portugal num sentido "espanhol". Pode ser uma só pessoa mas também podem ser várias. Já detectei o fenómeno em vários casos. Em muitos artigos relativos à crise de 1383-1385, no texto sobre Beatriz de Portugal, no Anexo:Lista de reis de Portugal e, agora, na bandeira de Portugal. De facto, trata-se dum vandalismo sui generis, pois o que a dita ou ditas pessoas fazem é defender pontos de vista especulativos, da sua lavra, duma maneira pretensamente erudita que é muito difícil de detectar à primeira leitura.

Na Bandeira de Portugal, por exemplo,a partir duma "extrapolação" forçada, há toda uma invenção de hipotéticas bandeiras no que diz respeito ao número de castelos. No concreto, manipula-se e distorce-se a informação histórica para se poder chegar onde se quer.

Eis o que se diz, textualmente, no artigo, actualmente: «Estes cronistas referem vários castelos, não concordando, porém, entre si, quanto a quais (Albufeira, Aljezur, Cacela, Castro Marim, Estômbar, Faro, Loulé, Paderne, Porches e Sagres), pelo que, embora escrevam numa altura em que se achava já fixado em sete o número de castelos, aludem a um número superior.»

Onde é que está a manipulação? Nisto: «estes cronistas referem vários castelos»...e escrevem «numa altura em que se achava já fixado em sete o número de castelos»...«não concordando, porém, entre si, quanto a quais»...«pelo que...aludem a um número superior.»

Quer dizer, quem alude a um número superior de castelos não são propriamente os cronistas mas sim o autor do texto...que explora o facto dos cronistas terem opiniões discordantes sobre quais seriam concretamente esses sete castelos para defender as suas "bandeirinhas hipotéticas" com 16 e 12 castelos. Bom, o homem gosta de construir hipóteses de bandeiras e nós, cá na Wikipedia, temos de levar com ele mais as suas criações.

Mas toda a teoria do distinto criador de bandeiras vai por água abaixo, curiosamente, por causa da invasão castelhana de Portugal em 1384. O rei Juan I de Castela, querendo anexar Portugal aos seus domínios, juntou as armas portuguesas às de Castela e de Leão. E o que é que nós vemos no seu selo de armas, relativamente aos castelos das armas de Portugal? SETE CASTELOS. Existe uma reprodução deste selo de Juan I de Castela na «História de Portugal» de José Hermano Saraiva, Volume II, página 77, das Publicações Alfa, depósito legal: DL TO 326-1986.

Portanto, no reinado de Dom Fernando, que é o rei anterior a que Juan I Castela vai buscar as armas de Portugal, já estava consolidada a representação dos sete castelos...e tudo o resto são meras tretas. E se tal representação já existia no tempo de D. Fernando porque é que não existiria já antes, desde D. Afonso III? SÓ PORQUE O AUTOR DO ARTIGO NÃO QUER, PARA PODER INVENTAR À VONTADE AS SUAS BANDEIRINHAS?

Mas isto é só um exemplo, porque não é só no número de castelos que o artigo se põe a inventar, é em muitas outras coisas. O nosso problema é este: os disparates do artigo não estão só publicados na Wikipedia lusófona. Nas Wikipedias anglófona, germânica e em castelhano estes disparates estão editados como...artigos DESTACADOS OU DE IMPORTÂNCIA!!

Isto, a meu ver, exige duas coisas. Primeiro, o mais rapidamente possível, confirmar o que eu digo com outros Wikipedistas e, em seguida, se eu tiver razão, pôr avisos de, pelo menos, «artigo contestado», tanto no artigo sobre a Bandeira de Portugal em português como nos artigos similares em inglês e nas restantes línguas mais importantes. E acho que o melhor para tal é mesmo pedir a ajuda dos nossos tradutores Wikipedistas. Em segundo lugar, como pelos vistos não temos na Wikipedia lusófona nenhum especialista no tema, o melhor será contactar o Instituto Português de Heráldica para nos dar uma ajuda na correcção do artigo. Acho que deveria ser, se possível, um administrador a fazer tal pedido a esse Instituto.

Jo Lorib, como você tem muito mais experiência do que eu cá na "casa", e sabe que eu sou um novato, peço-lhe que me diga, quanto a isto, o que pensa que será melhor. Abraço, Jorge alo (discussão) 20h42min de 22 de agosto de 2010 (UTC)


Obrigado pela sua opinião (que é óptima). Vou, a partir dela, tratar de começar a atacar o problema. Só que nos próximos meses eu estou pessoalmente muito ocupado e com uma falta de tempo terrível. Por isso, a "limpeza" das asneiras" vai ser um bocado lenta. Entretanto isto até é um caso engraçado e instrutivo, pois pode-nos ajudar, no futuro, a evitar "brincadeiras" semelhantes. Seja um ou sejam vários os malucos ou "esquisitóides", a chave da questão reside nos métodos de prevenção e não na "caça ao homem", até porque começar a caçá-los era estar a dar-lhes importância a mais. Entretanto, acho que não será mau fazer uma chamada de atenção geral na Esplanada para isto, coisa que irei fazer (já fiz na discussão do projecto/história) Abraço, e depois eu digo qualquer coisa, Jorge alo (discussão) 22h10min de 23 de agosto de 2010 (UTC)

Discussão[editar | editar código-fonte]

A discussão do usuário é esta e não aqui. Cumprimentos. Fabiano msg 22h11min de 26 de agosto de 2010 (UTC)

Discussão de bloqueio[editar | editar código-fonte]

Info talk.png
Caro administrador, foi iniciado um pedido de revisão de bloqueio do usuário MachoCarioca.
A discussão está ocorrendo na seguinte página: Wikipedia:Pedidos a administradores/Discussão de bloqueio/MachoCarioca/6.
Lembre-se de que a sua análise do bloqueio deve ocorrer, obrigatoriamente, ao abrigo das políticas e recomendações do projeto e da política de bloqueio, incluindo, na medida do possível, uma síntese cuidadosa dos argumentos expostos na seção de comentários.
Sua participação é importante. Grato, --TeleS (D @ R C G) 04h10min de 27 de agosto de 2010 (UTC)

Re:[editar | editar código-fonte]

Eu entendi que ela queria usar a en.wiki como fonte Hein?. Não foi isso que ela disse? - Dehsim? 16h34min de 27 de agosto de 2010 (UTC)

Discussões de bloqueio pendentes[editar | editar código-fonte]

RafaAzevedo[editar | editar código-fonte]

Info talk.png
Caro administrador, foi iniciado um pedido de revisão de bloqueio do usuário RafaAzevedo.
A discussão está ocorrendo na seguinte página: Wikipedia:Pedidos a administradores/Discussão de bloqueio/RafaAzevedo/5.
Lembre-se de que a sua análise do bloqueio deve ocorrer, obrigatoriamente, ao abrigo das políticas e recomendações do projeto e da política de bloqueio, incluindo, na medida do possível, uma síntese cuidadosa dos argumentos expostos.
Sua participação é importante. Grato, Ruy Pugliesi 20h59min de 28 de agosto de 2010 (UTC)

Junius[editar | editar código-fonte]

Também está aberta uma solicitação de bloqueio do usuário Junius.
A discussão está ocorrendo aqui. Ruy Pugliesi 20h59min de 28 de agosto de 2010 (UTC)

Saudades do Os2Warp! Abraços, Junius (discussão) 12h46min de 29 de agosto de 2010 (UTC)

Irregular?[editar | editar código-fonte]

Caríssimo Jo, desculpe mas antes de eliminar a página em questão li a documentação a respeito de eliminação e não encontrei onde exista regra a respeito de eliminações pedidas aos admins pelo autor da página. No caso especifico o pedido foi feito nos PA/OP e não considerei ser necessária a marcação, pois não encontrei recomendação que assim estabeleça. Talvez tenha sido impróprio eu responder um pedido feito aos admins, mas a irregularidade da eliminação não me aparece. Se houver uma recomendação ou política nesse sentido, poderia me indicar? Att. e com respeito. Fra Amats disputatio 01h04min de 29 de agosto de 2010 (UTC)

Nem eu achei que queria brigar, passar sermão ou qualquer coisa, peço até que sempre que observares um erro ou engano meu (pois eles vão acontecer) vá até a minha discussão e comente, de um toque, fale comigo. Eu estou sempre aprendendo e sempre tenho o que aprender, principalmente no que diz respeito as regras daqui e a melhor forma de interpretá-las. Não leve a mal o meu coment acima, só o fiz para estabelecer ainda mais um canal de comunicação entre nós. Obrigado. Numa boa. Fra Amats disputatio 01h22min de 29 de agosto de 2010 (UTC)