Verdilhão-corso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaVerdilhão-corso
Carduelis corsicana.JPG

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Fringillidae
Género: Carduelis
Espécie: C. corsicana
Nome binomial
Carduelis corsicana
(Koenig, 1899)
Sinónimos
  • Serinus corsicanus
  • Serinus citrinella corsicanus
  • Carduelis citrinella corsicana
  • Carduelis corsicanus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Verdilhão-corso

O Verdilhão-corso (Carduelis corsicana) é um passeriforme da família Fringillidae. Foi durante muito tempo considerado como uma subespécie do Verdilhão-serrano (Carduelis citrinella), mas estudos recentes, baseados em particular na sequência do ADN mitocondrial (Sangster, 2000, Pasquet & Thibault, 1997, Förschler et al. 2009), mas também nas diferenças na morfologia e nas vocalizações (Förschler & Kalko, 2007), levaram alguns autores a considerá-los duas espécies diferentes. Ambos estavam incluídos no género Serinus mas parecem ser parentes próximos do pintassilgo (Arnaiz-Villena et al., 1998), pelo que foram integrados no género carduelis, embora não seja consensual.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Muito semelhante ao verdilhão-serrano, tem um comprimento de 12 cm e um peso de 15 gramas, corpo amarelo esverdeado, dorso acastanhado, barra amarela nas asas negras, nuca cinzenta. As fêmeas têm cores semelhantes aos machos mas menos brilhantes.

Habitat[editar | editar código-fonte]

Distribui-se pelas ilhas da Córsega, Sardenha, Elba, Capraia e Gorgona. Na Córsega, nas zonas mais elevadas (maciço de l’Ospedale), frequenta os bosques abertos de Pinheiro-larício e de Pinheiro-bravo (pinus pinaster), na Sardenha (monte Limbara) encontra-se nos pinhais de pinheiro-larício. Prefere os matagais e arbustos de baixa altitude (maquis), em especial a Urze-molar (Erica arborea), para nidificar (Förschler & Kalko, 2006). O ninho em forma de taça é feito com caules de plantas secas e raízes finas, forrado com ervas secas e algumas penas. A fêmea põe 3 a 4 ovos esbranquiçados com pintas avermelhadas.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Durante a época de reprodução os verdilhões da Córsega alimentam-se principalmente da planta Bolsa-de-pastor (Capsella bursa - pastoris), enquanto os de Capraia preferem o Alecrim (Rosmarinus officinalis) e os da Sardenha escolhem predominantemente sementes de pinheiro-larício (Förschler & Kalko, 2006a).

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Obtida por Antonio Arnaiz-Villena et al.[1] [2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Arnaiz-Villena, Antonio; Alvarez-Tejado M., Ruiz-del-Valle V., García-de-la-Torre C., Varela P, Recio M. J., Ferre S., Martinez-Laso J.. (1998). "Phylogeny and rapid Northern and Southern Hemisphere speciation of goldfinches during the Miocene and Pliocene Epochs". Cell.Mol.Life.Sci. 54(9):1031-41.
  2. Zamora, J; Moscoso J, Ruiz-del-Valle V, Ernesto L, Serrano-Vela JI, Ira-Cachafeiro J, Arnaiz-Villena A. (2006). "Conjoint mitochondrial phylogenetic trees for canaries Serinus spp. and goldfinches Carduelis spp. show several specific polytomies". Ardeola 53(1): 1–17.
  • Sangster, G. (2000): Genetic distance as a test of species boundaries in the Citril Finch Serinus citrinella: a critique and taxonomic reinterpretation. Ibis 142(3): 487–490. doi:10.1111/j.1474-919X.2000.tb04447.x
  • Pasquet, E. & Thibault, J.-C. (1997): Genetic differences among mainland and insular forms of the Citril Finch Serinus citrinella. Ibis, 139: 679–684. doi:10.1111/j.1474-919X.1997.tb04691.x
  • Förschler, M.I.; Senar, J.C.; Perret, P. & Björklund, M. (2009): The species status of the Corsican Finch Carduelis corsicana assessed by three genetic markers with different rates of evolution. Molecular Phylogenetics and Evolution 52:234-240. doi:10.1016/j.ympev.2009.02.014
  • Förschler, M.I. & Kalko, E.K.V. (2007): Geographical differentiation, acoustic adaptation and species boundaries in mainland citril finches and insular Corsican finches, superspecies Carduelis [citrinella]. Journal of Biogeography 34:1591-1600. doi:10.1111/j.1365-2699.2007.01722.x
  • Förschler, M.I. & Kalko, E.K.V. (2006): Breeding ecology and nest site selection in allopatric mainland Citril Finches Carduelis [citrinella] citrinella and insular Corsican Finches Carduelis [citrinella] corsicanus. Journal of Ornithology 147: 553-564. doi:10.1007/s10336-006-0079-z
  • Förschler, M.I. & Kalko, E.K.V. (2006a): Macrogeographic variations in food choice of mainland citril finches Carduelis [citrinella] citrinella and insular Corsican (citril) finches Carduelis [citrinella] corsicanus. Journal of Ornithology 147: 441-447. doi:10.1007/s10336-005-0032-6
  • BirdLife International 2004. Carduelis corsicana Consultado em 06 de junho de 2012
  • IUCN Carduelis corsicana. 2012 IUCN Red List of Threatened Species. Consultado em 06 de junho 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]