Verme de Lagarfljót

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Lagarfljótsormur, Verme de Lagarfljót ou simplesmente Monstro da Islândia, é um criptido que supostamente vive no lago Lagarfljót em Egilsstaðir, Islândia. Os avistamentos são registrados desde 1345 e continuam até o século XXI. Uma origem da criatura é dada na coleção de contos e lendas islandesas publicados em 1862 e 1864 pelo escritor islandês Jón Árnason.

Descrição e habitat[editar | editar código-fonte]

Uma criatura em forma de serpente foi muitas vezes avistada sobre a água do lago Lagarfljót,[1][2] um lago glacial de água doce, abaixo do nível do mar e que tem muito pouca visibilidade, como resultado de assoreamento.[3] A criatura é descrita como tendo mais de 90 metros e também tem sido vista fora da água, encontrando-se enrolada ou deslizando nas árvores.[4] Alguns relatos dizem que ela é tão longa quanto o próprio lago, que tem 30 quilômetros.[5] O Verme de Lagarfljót foi avistado várias vezes nos tempos modernos, incluindo em 1963 pelo chefe do Serviço Florestal Nacional Islandês, Sigurður Blöndal, e em 1998 por um professor e alunos da Escola Hallormsstaðir.[5]

Em fevereiro de 2012, a emissora nacional islandesa, RÚV, publicou um vídeo pensado para mostrar o verme nadando nas águas geladas e cobertas de neve do Lagarfljót,[2] mas que mais tarde foi considerado, provavelmente, apenas algum objeto inanimado movido pelo corrente rápida do lago.[6] Em 2014, uma comissão relatou em 2014 que os membros estavam divididos sobre o vídeo, mas que não viam nenhuma razão para duvidar da existência da criatura.[7] Outro grupo de especialistas entrevistados pelo The Huffington Post acreditam que o vídeo é real.[8]

Um barco de turismo chamado Lagarfljótsormurinn após o início das operações no lago em 1999,[5] e Gunnar Gunnarsson Instituição Skriðuklaustur busca preservar as tradições do Verme Lagarfljót para fins culturais e de turismo.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. East Iceland, Iceland regions, Iceland on the web
  2. a b "Er þetta Lagarfljótsormurinn?", RÚV. 2 de fevereiro de 2012 (em islandês), com o vídeo
  3. Lagarfljot, Travel Guide East, Nordic Adventure Travel, retrieved February 7, 2012.
  4. Worm Monster, Season 2, Destination Truth, Sci-Fi Channel archived at Wayback Machine 7 de fevereiro de 2009.
  5. a b c d Sveinn Birkir Björnsson, Chasing Monsters in East-Iceland Arquivado em 14 de setembro de 2008, no Wayback Machine., The Reykjavík Grapevine 9 de maio de 2008
  6. Benjamin Radford, Discovery News, "Icelandic River Monster Mystery Solved," no LiveScience, acessado em 14 de fevereiro de 2012.
  7. "Ekki ástæða til að ef­ast um Lag­ar­fljótsorm­inn", Morgunblaðið, 24 de agosto de 2014 (em islandês)
  8. IstoÉ, ed. (25 de setembro de 2014). «"Especialistas dizem que vídeo de 'monstro' é real"». Consultado em 1 de outubro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre criptozoologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.