Vertente do Lério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Vertente (desambiguação).
Município de Vertente do Lério
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 1 de outubro
Fundação 1991
Gentílico vertentense do lério
Prefeito(a) Renato Sales (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Vertente do Lério
Localização de Vertente do Lério em Pernambuco
Vertente do Lério está localizado em: Brasil
Vertente do Lério
Localização de Vertente do Lério no Brasil
07° 46' 15" S 35° 51' 00" O07° 46' 15" S 35° 51' 00" O
Unidade federativa Pernambuco
Mesorregião Agreste Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Alto Capibaribe IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Surubim, Santa Maria do Cambucá, Casinhas e estado da Paraíba (Santa Cecília e Umbuzeiro)
Distância até a capital 111 km
Características geográficas
Área 67,075 km² [2]
População 7 693 hab. estatísticas IBGE/2016[3]
Densidade 114,69 hab./km²
Altitude 290 m
Clima Semiárido Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,563 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 67 763 mil IBGE/2013[5]
PIB per capita R$ 8 622 29 IBGE/2013[5]

Vertente do Lério é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

O povoado de Vertentes do Lério tornou-se distrito de Surubim pela lei municipal nº 17, de 22 de maio de 1953. Foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 10622, de 1 de outubro de 1991.

Segundo a tradição, a região era de propriedade de um homem chamado Lério. Em suas terras havia uma vertente de água, com a qual a população local, castigada pela seca, se abastecia. Por ocasião da seca de 1880, as pessoas iam até o local, para abastecer-se de água "lá na Vertente do Lério".

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 07º46'17" sul e a uma longitude 35º51'00" oeste, estando a uma altitude de 290 metros. Sua população estimada em 2016 era de 7.693 habitantes[3].

É constituído pelo distrito sede e pelos povoados Tambor, Gambá, Mata Virgem, Serra do Jardim, Chã do Pavão, Tambor de Baixo, Lages, Pedregulho, Covico, Cajá de França, Cajá dos Batistas, Cajá dos Martins, Macaco, Pedra Branca, Chã do Gavião, Malembá, Pá Virada, Vermelho, Embebedado, Sítio Salvador e Gancho do Galo.

Economia[editar | editar código-fonte]

O município tem como sua maior riqueza a exploração da rocha calcária, para fabricação de corretivo de solo, ingrediente de ração animal e a cal para indústria e construção civil.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «Estimativa IBGE 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2016. Consultado em 10 de julho de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  5. a b Pernambuco » Vertente do Lério » Produto Interno Bruto dos municípios Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - acessado em 11 de dezembro de 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]