Virgin Killer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Virgin Killer
Álbum de estúdio de Scorpions
Lançamento 1976
Gravação 1976
Gênero(s) Hard rock
Duração 34:45
Formato(s) CD
Gravadora(s) Polydor, RCA,
Produção Dieter Dierks
Cronologia de Scorpions
Último
In Trance
(1975)
Taken by Force
(1977)
Próximo
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas. link

Virgin Killer é o quarto álbum de estúdio da banda alemã Scorpions, lançado em 1976. Foi o primeiro álbum da banda a chamar a atenção fora da Europa.[1] Este álbum foi mais um passo para a banda mudar de gênero musical, passando do psicodélico para o hard rock.[2]

Polêmica[editar | editar código-fonte]

A capa do disco tem causado ao longo dos anos muita controvérsia, devido à representação de uma menina em nu frontal, com um efeito de imagem estilo "vidro quebrado" ocultando sua genitália. Nos Estados Unidos, a capa teve de ser substituída por uma foto dos integrantes da banda. A capa da edição brasileira retrata um escorpião caminhando sobre as nádegas de uma mulher. Esse não foi o primeiro disco a apresentar uma certa controvérsia (In Trance apresentava na versão original uma mulher com um dos seios a mostra), e levaria a banda a fazer novas capas controversas (Taken by Force apresenta duas crianças brincando armadas em um cemitério na França, e Lovedrive, em sua capa original, apresentava uma mulher com um chiclete encobrindo um de seus seios de maneira surreal). Mas a controvérsia mais recente se deu com a própria Wikipédia em inglês, quando a Internet Watch Foundation incluiu a versão inglesa do artigo sob vigilância por conta da imagem considerada ofensiva em 5 de dezembro de 2008 e retirando a página do ar.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Música Duração
1. "Pictured Life"   Meine, Roth, Schenker 3:21
2. "Catch Your Train"   Meine, Schenker 3:32
3. "In Your Park"   Meine, Schenker 3:39
4. "Backstage Queen"   Meine, Schenker 3:10
5. "Virgin Killer"   Roth 3:41
6. "Hell Cat"   Roth 2:54
7. "Crying Days"   Meine, Schenker 4:36
8. "Polar Nights"   Roth 5:04
9. "Yellow Raven"   Roth 4:58

Créditos[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Sign of the Scorpions; The West German Metal Meisters' Tour de ForceThe Washington Post
  2. Berelian, Essi (2003). Buckley, Peter & Buckley, Jonathan (eds.), : . The Rough Guide to Rock (London: Rough Guides). p. 909. ISBN 1843531054. 


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Scorpions é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.