Vladimir Beara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vladimir Beara
Vladimir Beara
Vladimir Beara em 1953
Informações pessoais
Nome completo Vladimir Beara
Data de nasc. 2 de novembro de 1928
Local de nasc. Zelovo, Iugoslávia
Falecido em 11 de agosto de 2014 (85 anos)
Local da morte Split, Croácia
Informações profissionais
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1947–1955
1955–1960
1960–1963
1963–1964
Jugoslávia Hajduk Split
Jugoslávia Estrela Vermelha
Alemanha Ocidental Alemannia Aachen
Alemanha Ocidental Viktoria Colônia
308 (?)
Seleção nacional
1950–1959 Flag of SFR Yugoslavia.svg Iugoslávia 59 (0)
Times que treinou
1964–1966
1966–1968
1969–1970
1973–1975
1979
1980–1981
Alemanha Ocidental Freiburger FC
Países Baixos Sittardia Sittard
Alemanha Ocidental SC Fortuna Köln
Camarões Camarões
Áustria First Vienna FC
Jugoslávia RNK Split
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Helsinque 1952 Futebol

Vladimir Beara (Zelovo, 2 de novembro de 1928 — Split, 11 de agosto de 2014)[1] foi um futebolista e treinador de futebol iugoslávo. É considerado por muitos um dos maiores goleiros europeus do século XX, apelidado de Bailarina com punhos de ferro.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Beara nasceu no vilarejo de Zelovo, nos arredores da cidade de Split, na Croácia (na época Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos). Iniciou a carreira de goleiro no HNK Hajduk Split, onde jogou de 1947 a 1955. Por este clube, foi campeão iuguslavo em 1950, 1952 e 1955.

Em 1955, transferiu-se para o poderoso Estrela Vermelha de Belgrado, onde atuaria até 1960, conquistando os títulos iugoslavos de 1956, 1957, 1959 e 1960 e da Copa da Iugoslávia de 1958 e 1959.

Nos últimos anos de carreira, foi jogar na Alemanha Ocidental (como país não-alinhado, a Iugoslávia, ao contrário de outros países do bloco comunista, permitia a seus atletas jogarem na Europa Ocidental), atuando pelo Alemannia Aachen, de 1960 a 1963, e pelo Viktoria Colônia, de 1963 a [1964.

Pela Seleção Iugoslava, disputou 59 partidas[3] entre 1950 e 1959, conquistando a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Helsinque 1952. Disputou as Copas do Mundo de 1950, 1954[4] e 1958.[5]

Treinador[editar | editar código-fonte]

Em 1964, Beara tornou-se técnico de futebol. Foi treinador do Freiburger FC, da Alemanha (1964-66); da seleção de Camarões (1973-75); do First Vienna FC, da Áustria (1979); e do RNK Split, da Croácia (1980-81).

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]