Voo Pegasus Airlines 2193

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voo Pegasus Airlines 2193
Acidente aéreo
Sumário
Data 5 de fevereiro de 2020
Causa saída de pista; sob investigação
Local Aeroporto Internacional Sabiha Gökçen
Origem Aeroporto de Esmirna-Adnan Menderes
Destino Aeroporto Internacional Sabiha Gökçen
Passageiros 177
Tripulantes 6
Mortos 3
Feridos 179
Sobreviventes 180
Aeronave
Modelo Boeing 737-86J
Operador Pegasus Airlines
Prefixo TC-IZK
Primeiro voo 23 de janeiro de 2009

O voo Pegasus Airlines 2193 foi um Boeing 737-800 que sofreu uma saída de pista trás aterrar no Aeroporto Internacional Sabiha Gökçen o dia 5 de fevereiro de 2020.[1]

O avião caíu por um aterro e ele saiu em três, ficando uns 20 metros embaixo do nível da pista de aterragem. No momento do acidente havia uma trovoada no aeroporto com rajadas de vento de 37 nós (68 km/h) e uma visibilidade de 7,000 m.[2]

O Ministério de Transportes turco inicialmente informou de que não se produziram vítimas mortais entre os 177 passageiros e 6 tripulantes que viajavam no aparelho, e depois o ministro de Saúde confirmou a morte de uma pessoa.[3][4]

Avião[editar | editar código-fonte]

O aparelho era um Boeing 737-86J com numero de série 37742 e prefixo TC-IZK. O seu primeiro voo foi em 5 de janeiro de 2009, tendo no momento do acidente 11 anos de idade. O avião operou primeiro com a aeroliña alemã Air Berlin e em abril de 2016 foi adquirido por Pegasus Airlines.[5]

Referências