Walter Wanderley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Walter Wanderley
Informação geral
Nome completo Walter José Wanderley Mendonça
Nascimento 12 de maio de 1932
Local de nascimento Timbaúba, Pernambuco
 Brasil
Morte 4 de setembro de 1986 (54 anos)
Local de morte São Francisco, Califórnia
 Estados Unidos
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) Bossa nova, lounge music
Instrumento(s) Órgão, piano

Walter José Wanderley Mendonça (Timbaúba, 12 de maio de 1932São Francisco, 4 de setembro de 1986) foi um organista brasileiro. Foi casado com a cantora Isaurinha Garcia.

Fez história nos Estados Unidos vendendo mais de um milhão de cópias no seu cd de lançamento "Rain Forest".[1]

Já famoso no Brasil no fim dos anos 50, o organista pernambucano Wanderley, influenciado por Tony Bennett, se mudou com seu trio para os Estados Unidos da América em 1966, e lançou seu primeiro single, Samba de Verão (Summer Samba), de Marcos e Paulo Sérgio Valle, alcançando o segundo lugar nas paradas e alcançando a impressionante marca de um milhão de cópias vendidas nos EUA. Impressiona muito também o fato dele quase não ser conhecido no Brasil, devido ao estilo instrumental de sua musica.

Walter teve reconhecimento internacional pelo trabalho realizado com a cantora Astrud Gilberto, com a qual dividiu os créditos de A Certain Smile, a Certain Sadness e, daí em diante, consolidou sua carreira no meio jazzístico californiano e americano, algo impressionante entre tantos mestres do gênero.

Morreu de câncer, em setembro de 1986 nos Estados Unidos.


Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1959: Festa Dançante (RGE)
  • 1960: Eu, Você e Walter Wanderley (Odeon MOFB-3085)
  • 196?: Feito Sob Medida (Odeon MOFB-3109)
  • 1961: Sucessos Dançantes Em Ritmo de Romance (Odeon MOFB-3155)
  • 1961: O Sucesso é Samba (Odeon MOFB-3204)
  • 1962: Samba é Samba (Odeon MOFB-3248)
  • 1962: O Samba é Mais Samba (Odeon MOFB-3285)
  • 1962: E O Bolero (Odeon MOFB-3289)
  • 1963: Samba No Esquema (Odeon MOFB-3358)
  • 1963: Walter Wanderley’s Brazilian Organ (Capitol ST-1856)
  • 1964: Entre Nós (Philips P 632.197 L)
  • 1964: Órgão Sax Sexy (Philips P 632.721 L)
  • 1964: O Toque Inconfundivel (Philips P 632.726 L)
  • 1965: Quarteto Bossamba (Som Maior)
  • 1965: O Autêntico Walter Wanderley (Philips P 632.757 L)
  • 1965: Samba So (Fermata)
  • 1966: Sucessos + Boleros (Philips P.632.894 L)
  • 1966: Rain Forest (Verve V6-8658)
  • 1966: A Certain Smile, a Certain Sadness (com Astrud Gilberto, Verve V6-8673)
  • 1966: Cheganca (Verve V6-8676)
  • 1967: Brazilian Blend (Philips PHM 600-227)
  • 1967: Organ-ized (Philips – PHM 200-233)
  • 1967: Batucada (Verve V6-8706)
  • 1967: Popcorn (com Luiz Henrique, Verve V6-8734)
  • 1967: Murmúrio (Tower ST 5058)
  • 1967: Kee-Ka-Roo (Verve V6-8739)
  • 1968: When It Was Done (A&M Records, CTI Records SP-3018)
  • 1969: Moondreams (A&M Records, CTI Records SP-3022)
  • 1971: The Return of the Original (Beverly #SULP 19004)
  • 1980: Brazil's Greatest Hits! (GNP Crescendo)
  • 1981: Perpetual Motion Love (GNP Crescendo #GNPD 2142)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Troféu Roquette Pinto[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
1963 Melhor Conjunto Instrumental[2] Walter Wanderley Venceu

Referências

  1. «Walter Wanderley». Cravo Albin. Consultado em 6 de fevereiro de 2014. 
  2. Folha de S.Paulo (26 de fevereiro de 1963). «Eles foram os melhores de 62!». Consultado em 13 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]