Welwitschea dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Welwitschea
Tchize dos santos
Nome completo Welwitschea dos Santos
Outros nomes Tchizé
Nascimento 1978
Luanda
Nacionalidade  Angola

Welwitschea dos Santos[editar | editar código-fonte]


Welwitschia dos Santos (nascida em 1978 em Luanda) iniciou a sua carreira como empresária e mais tarde entrou para a vida política como deputada em Angola .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tchizé, como é mais conhecida, é a filha do segundo casamento de Jose Eduardo dos Santos e Maria Luísa Perdigão Abrantes. Licenciada em comunicação social pela Regent’s University em Londres, no Reino Unido, fala 5 idiomas (inglês, francês, italiano, espanhol, para além do Português). Desde cedo Tchizé dos Santos se destacou em várias áreas de actuação, com destaque para cultura e media production. Foi co-produtora de conteúdos para a brasileira TV Record, que atingiram records de audiência naquele país e para a TV Globo Internacional, uma das maiores estações de televisão do mundo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fundadora da versão Angolana da Revista internacional CARAS, publicada igualmente em Portugal, na Argentina e no Brasil, e técnica responsável pela concepção e lançamento da TPA Internacional, o único canal internacional de TV angolano. É conhecida por ter o MIDAS touch das audiências quer na TV, quer na imprensa escrita, quer nas redes sociais, sendo a mais seguida e poderosa figura da sociedade civil nas redes sociais.

Tchizé dos Santos, nome pelo qual Welwitschea é mais conhecida, é uma cidadã ativa na sociedade civil do seu país. No sector desportivo, chegou ao topo do dirigismo desportivo, quando foi a primeira mulher a ser eleita presidente de um clube desportivo da primeira divisão (Benfica de Luanda), levando o mesmo pela primeira vez ao terceiro lugar do Campeonato nacional “Girabola” e consequentemente recebido o mais conceituado prémio de desporto de Angola, como melhor dirigente Desportivo do país no ano de 2009 (GALA RÁDIO 5).

É igualmente uma figura destacada na Filantropia, tendo sido Vice-Presidente do Comité Paralímpico de Angola, do LIDE Mulher, da ONG internacional FOCOA, sediada em Washington D.C nos EUA e mentora e fundadora do TEA CLUB, a mais emblemática associação da Sociedade Civil constituída por jovens e destacada pelo seu papel na formação como forma de luta pela inclusão e ascensão pelo mérito, de mulheres e jovens a posições de liderança em todas as áreas da sociedade, num país onde 70% da população tem menos de 30 anos de idade, para além da solidariedade e conscialização a partir da infância, com vista a uma cultura de paz, através de actividades desportivas e sócio-culturais.

No sector empresarial, destacou-se na área da produção, comunicação e entretenimento, sendo co-fundadora de empresas que produziram 2 novelas nomeadas ao Emmy internacional e exibidas em países de 3 continentes (África, Europa e Americas), bem como documentários e filmes nomeados e premiados em festivais internacionais da especialidade.

A sua grande versatilidade, permitiu-lhe firmar-se igualmente no mundo da política onde hoje tem créditos firmados, após ter sido eleita pelas bases do partido em diversas votações, até chegar à estruturas de direção de organizações de base estratégicas, como o Comitê Nacional Da OMA, a Comissão Executiva do Comité Provincial de Luanda e tendo sido eleita pela primeira vez Deputada à Assembleia Nacional aos 28 anos de idade e re-eleita em 2012, e pela terceira vez em 2017 para um mandato que vai até 2022.

Em 2017, Welwitschea dos Santos “Tchizé” foi a mais nova Deputada a ser eleita em plenário da Assembleia Nacional, por unanimidade, para o cargo de 1a Vice Presidente do Grupo de Mulheres Parlamentares de Angola, do qual são membros todas as deputadas de todos os partidos políticos e coligação com assento no parlamento.

Referências[editar | editar código-fonte]

[1] [2] [3]


  1. "[1]", PlatinaLine
  2. "[2]", Angonoticias
  3. "[3]", Jornal de Angola