Wikipédia:Esplanada/propostas/Adicionar critérios de notoriedade para a internet (12out2017)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Caros colegas, houve há pouco tempo um esboço de uma proposta feito pelo Tetizeraz e por outros usuários, o qual dou todos os créditos, que seria de implementar critérios específicos para conteúdos acessados e distribuídos primariamente via internet nos critérios de notoriedade. O mesmo já se encontra como um ensaio (com pequenas diferenças), porém devido ao crescente aparecimento de artigos de pessoas, produtos e entidades que operam apenas na internet e a confusão que isso causa em PEs, dentre outros motivos, criou-se uma necessidade de critérios mais específicos sobre este tema. Então vejo como necessário isso se solidificar como uma regra, não apenas como ensaio.

Proposta:

Adicionar Web nos critérios de notoriedade temáticos, com o seguinte conteúdo:

Estes critérios discutem definições acerca de conteúdo cuja notabilidade seja restrita a sua presença na web. Isto é, não pretende-se complementar critérios de notoriedade específicos para, por exemplo, atores e cantores que tenham presença na web, mas que sejam notáveis de outra forma. Qualquer conteúdo que seja acessível através de um navegador web e cuja notabilidade se dê por tal forma de acesso está coberta por estes critérios. Se o mesmo conteúdo é notável de forma mais geral, este ensaio não visa complementar os critérios de notabilidade gerais a respeito do sujeito - estes bastando para estabelecer a notoriedade do sujeito.

Exemplos de conteúdos que podem ser cobertos por estes critérios incluem blogs, fóruns de discussão, portais de internet, quadrinhos online, podcasts, canais do Youtube, e qualquer outro tipo de conteúdo acessado e distribuído primariamente via Internet com o uso de um computador - incluindo computadores pessoais (desktops) e smartphones. Ressalta-se que esta página não visa complementar também os critérios de notabilidade para produtos e serviços que porventura sejam distribuídos através da internet.

Critérios[editar código-fonte]

  • A contagem de visualizações de páginas, como curtidas de uma página de Facebook ou inscritos de um canal no YouTube, não é um critério para a notoriedade, por serem fontes primárias e, com um pouco de esforço, passíveis de manipulação.
  • O reconhecimento por organizações, entidades ou pessoas que trabalhem com o mesmo tipo de conteúdo confere notabilidade ao sujeito reconhecido, desde que aqueles sejam notórios e que o reconhecimento seja estabelecido por fontes reputadas.
    • No caso de prêmio(s) e outros reconhecimentos, estes devem ser relacionados à atividade na Internet do premiado.
    • Prêmio(s) concedido(s) pela própria plataforma de distribuição do conteúdo ou não independentes do premiado de alguma outra forma, não lhe conferem notabilidade.
  • Se o sujeito possuir mais de uma ocupação, por exemplo, ator e youtuber, terá relevância apenas se ele cumprir algum dos critérios específicos da sua profissão, caso não cumpra os critérios anteriores apresentados aqui.

Exemplos[editar código-fonte]

  • Uma página em alguma rede social com um número arbitrariamente alto de visitas não é notório apenas por isso.
  • Um canal no YouTube que tenha recebido o prêmio YouTube Botão Play não é notório apenas por isso.
  • Uma página no Facebook sobre, ou de autoria de um ator notável, não é notória apenas por isso.
  • É notório um canal no YouTube sobre um tema, que tenha recebido um ou mais prêmios de entidades notáveis devido ao conteúdo do canal.
  • É notório um site sobre ciência que tenha sido reconhecido por acadêmicos respeitados no mesmo campo do conhecimento que trata o site.

Antes que alguém comente, esta proposta engloba o conteúdo web como um tudo, portanto não é um microtema ou algo sem necessidade, visto que muitas vezes os critérios amplos não são o suficiente para determinar a notoriedade. Basta ver as PEs e você verá que é algo inimaginável uma enciclopédia online não ter um critério específico para internet. Lembrando que a proposta ainda pode ser alterada ou implementada. Espero que esta seja a proposta final, já que tem vários antecedentes.

Convido algum dos usuários que participaram de discussões anteriores, ou acredito que se interessam pelo tema: @Saturnalia0, Leon saudanha, PauloMSimoes, Richvianbonett, Hume42, WPTBR, Holy Goo, Hermógenes Teixeira Pinto Filho, e !Silent:. - JACKGBA 21h14min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Eu tiraria o trecho "e, com um pouco de esforço, passíveis de manipulação." do primeiro ponto, pois não é corroborado em nada. Canais com muitos inscritos e views fake logo são derrubados pelo próprio YouTube. !Silent (discussão) 21h30min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Mais uma vez Symbol declined.svg Discordo. Não é difícil saber quando um youtuber é notório ou não. Há múltiplas fontes confiáveis que o qualificam como um dos youtubers mais importantes do país? Ele recebeu prêmios importantes da categoria? Caso sim, ele é notório. Caso não, não é notório. Pirula é notório porque ganhou prêmio, por isso o artigo foi mantido. Cauê Moura é notório, mas no artigo não falava sobre o prêmio, nem tinha fonte, por isso foi eliminado. Nando Moura não é notório, por isso vai ser eliminado. Vocês complicam muito o que é simples. Mas vamos analisar o texto que vocês propõem:

Este ensaio discute definições e critérios acerca de conteúdo cuja notabilidade seja restrita a sua presença na web. Isto é, além de, como ensaio, não substituir as recomendações a cerca de notoriedade, não pretende-se complementar critérios de notabilidade específicos para, por exemplo, atores e cantores que tenham presença na web, mas que sejam notáveis de outra forma. Qualquer conteúdo que seja acessível através de um navegador web e cuja notabilidade se dê por tal forma de acesso está coberta por este ensaio. Se o mesmo conteúdo é notável de forma mais geral, este ensaio não visa complementar os critérios de notabilidade gerais a respeito do sujeito - estes bastando para estabelecer a notoriedade do sujeito. Exemplos de conteúdo que podem ser cobertos por este ensaio incluem blogs, fóruns de discussão, portais de internet, quadrinhos online, podcasts, canais do Youtube, e qualquer outro tipo de conteúdo acessado e distribuído primariamente via Internet com o uso de um computador - incluindo computadores pessoais (desktops) e smartphones. Ressalta-se que esta página não visa complementar também os critérios de notabilidade para produtos e serviços que porventura sejam distribuídos através da internet.

Pra que um texto tão longo assim? Existe uma regra geral em WP:CDN, não precisa dizer que o texto não a substitui, porque isso vale para todos os critérios específicos, nem precisa também dizer que "se o mesmo conteúdo é notável de forma mais geral, este ensaio não visa complementar os critérios de notabilidade gerais a respeito do sujeito - estes bastando para estabelecer a notoriedade do sujeito". Muito palavrório desnecessário.

  • A contagem de visualizações de páginas, como curtidas de uma página de Facebook ou inscritos de um canal no YouTube, não é um critério para a notabilidade, por serem fontes primárias e, com um pouco de esforço, passíveis de manipulação. (discussão)

Isso é uma coisa tão evidente que não precisa ser escrita.

  • O reconhecimento por organizações, entidades ou pessoas que trabalhem com o mesmo tipo de conteúdo confere notabilidade ao sujeito reconhecido, desde que aqueles sejam notórios e que o reconhecimento seja estabelecido por fontes reputadas. (WP:APDE/PARES)

Precisa mesmo ter uma página separada só pra repetir o que está em APDE/PARES?

  • Se o sujeito possuir mais de uma ocupação, por exemplo, ator e youtuber, terá relevância apenas se ele cumprir algum dos critérios específicos da sua profissão, caso não cumpra os critérios anteriores apresentados aqui.

Que coisa confusa, vai gerar disputas intermináveis depois na hora de interpretar. Eu entendi que o texto quer dizer que se não for notório por outra coisa além de youtuber, precisa ser notório por ser youtuber (claro né!). Mas muitos vão entender que o youtuber precisa ser notório como youtuber e como outra profissão qualquer (cantor, biólogo, ator, seja lá o que for). Claro que não é isso, se não não precisaria de um critério pra youtubers, bastaria só o da outra profissão. Mas é algo tão óbvio que precisar escrever isso aqui só confunde.

  • Uma página sobre, ou de autoria de um ator notável, não é notável apenas por isso

Claro, isso já está em TRANSMITE.

  • É notável um canal no YouTube sobre um tema, que tenha recebido prêmios de entidades notáveis neste tema devido ao conteúdo do canal (discussão)
  • É notável um site sobre ciência que tenha sido reconhecido por acadêmicos respeitados no mesmo campo do conhecimento que trata o site

Claro, isso já está em PARES.

Em resumo, sou contra essa proposta, mas se querem mesmo levar essa.-- Leon saudanha 21h55min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

@Leon saudanha: Primeiramente, você está comentando sobre o conteúdo do ensaio e não desta proposta, que corrigi alguns pontos. Sugiro que leia a que está aqui.
  • Citação: Mais uma vez Symbol declined.svg Discordo. Não é difícil saber quando um youtuber é notório ou não. Há múltiplas fontes confiáveis que o qualificam como um dos youtubers mais importantes do país? [...] Você leu a proposta? Já deixei bem claro que não é somente para youtubers e sim para conteúdo da internet.
  • Citação: Isso é uma coisa tão evidente que não precisa ser escrita. Precisa. Novamente, disse na proposta que é necessário que seja um critério e não apenas uma discussão no meio de várias. É pra isso que fiz essa proposta, para concretizar. E essa discussão nem chega a ser um consenso porque teve um "discordo".
  • Citação: Que coisa confusa, vai gerar disputas intermináveis depois na hora de interpretar. Eu entendi que o texto quer dizer que se não for notório por outra coisa além de youtuber, precisa ser notório por ser youtuber (claro né!). Mas muitos vão entender que o youtuber precisa ser notório como youtuber e como outra profissão qualquer (cantor, biólogo, ator, seja lá o que for). Eu não entendi, você se complicou nesse ponto. Aí diz somente que se uma pessoa tem um trabalho na internet e outro que não seja da internet (o que acontece muito) só terá notoriedade se cumprir por exemplo WP:ATOR caso não cumpra com os critérios anteriores. É simples: Se não cumpre os critérios da profissão, não é notório pela profissão, se for conhecido na internet e não cumprir estes critérios, continua não sendo notório.
  • Quanto os argumentos que "já tem isso aqui, já tem isso lá", se fosse por essa lógica todos os critérios temáticos não deviam existir, já que todos seguem aquela mesma regrinha: "fontes fiáveis, prêmios" etc.
  • Sobre o texto longo, até que concordo. Ainda assim achei que esse texto fosse necessário para não ter nenhuma confusão. - JACKGBA 22h25min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol oppose vote.svg Não apoio os critérios propostos são em essência os mesmos que os gerais. multiplicar políticas redundantes só leva à confusão. Tetraktys (discussão) 22h10min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Igual WP:CINE, e todos os outros critérios temáticos.- JACKGBA 22h25min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol oppose vote.svg Não apoio É possível resumir todo o texto numa única frase: "são notórios os que tiverem ganho prémios relevantes". Ora, isso já pressupõe a política geral. Não há aqui nada de diferente. JMagalhães (discussão) 22h18min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

@JMagalhães: Veja minha resposta ao Leon. - JACKGBA 22h28min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo, para ser sincero não vejo critério de notoriedade na proposta. Acho que os pontos válidos dessa proposta, por exemplo, a afirmação de que números de visualização diretamente dos sites que hospedam o conteúdo são irrelevantes para nós, podem ser adotados em artigo informativo próprio ou dentro de outras recomendações e políticas. (creio que esse exemplo é um excelente a ser adicionado em WP:NPI.) Chico Venancio (discussão) 12h16min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Sem querer ser chato, não vejo nada aí que acrescente algo de novo. Critério de notoriedade para a internet seria algo tipo: no mínimo X inscritos no youtube, Y seguidores no facebook.... Holy Goo (d . c) 15h12min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Citação: Aí diz somente que se uma pessoa tem um trabalho na internet e outro que não seja da internet (o que acontece muito) só terá notoriedade se cumprir por exemplo WP:ATOR caso não cumpra com os critérios anteriores. escreveu: «jackgba» Mas isto é tão evidente que é até um insulto ser colocado nos critérios.

Citação: Quanto os argumentos que "já tem isso aqui, já tem isso lá", se fosse por essa lógica todos os critérios temáticos não deviam existir, já que todos seguem aquela mesma regrinha: "fontes fiáveis, prêmios" etc. escreveu: «Jackgba» Jackgba discordo. Quando os critérios para políticos determinam que governadores são relevantes CDN, isso é bem diferente de PARES. Por que governadores sim e vereadores não? Foi uma escolha que a comunidade fez dizer que vereadores não são notórios a princípio. Se o vereador, por outro lado, receber um prêmio de "político do ano" da Revista Times, ou da Unesco, aí sim seria PARES e ele seria relevante, sem que isso precise estar escrito nos critérios. Um ou outro item dos critérios atuais aparentemente repete a regra dos pares ou o critério geral (exemplo, o item 1 de WP:MÚSICOS), mas não existe nenhum critério temático que seja todo pra repetir essas regras gerais. -- Leon saudanha 21h43min de 16 de outubro de 2017 (UTC)