Yo no creo en los hombres (2014)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yo no creo en los hombres
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Duração 42-45 minutos
Estado Finalizada
Criador(es) Caridad Bravo Adams
País de origem México
Idioma original Espanhol
Produção
Produtor(es) executivo(s) Giselle González
Elenco Adriana Louvier
Gabriel Soto
Rosa María Bianchi
Empresa(s) de produção Televisa
Exibição
Emissora de televisão original Canal de las Estrellas
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 1 de setembro de 2014 - 15 de fevereiro de 2015
N.º de episódios 121
Cronologia
El color de la pasión
Que te perdone Dios
Programas relacionados No creo en los hombres (1969)
Yo no creo en los hombres (1991)

Yo no creo en los hombres é uma telenovela mexicana produzida por Giselle González para a Televisa e exibida pelo Las Estrellas entre 1 de setembro de 2014 e 15 de fevereiro de 2015 substituindo El color de la pasión e sendo substituída por Que te perdone Dios. É um remake da telenovela homônima, produzida e exibida em 1991.[1]

A trama é protagonizada por Adriana Louvier e Gabriel Soto [2], com atuações estrelares de Macaria, Alejandro Camacho e Luz María Jerez e antagonizada por Flavio Medina, Azela Robinson, Sophie Alexander e Rosa María Bianchi

Sinopse[editar | editar código-fonte]

María Dolores (Adriana Louvier) é uma mulher humilde e nobre que tem um grande talento, que é confeccionar vestidos de alta costura. Quando seu pai é morto em um assalto, ela tem que assumir a responsabilidade de apoio para sua família. Pouco antes da morte de seu pai, ela tinha parado de trabalhar na oficina de costura, cansada do assédio de Jacinto (Adalberto Parra) seu supervisor. No entanto, María Dolores tem que reconsiderar e retornar à oficina, porque o futuro de sua mãe e sua irmã dependem de seu trabalho. Quando ela decide denunciar Jacinto, conhece Maximiliano Bustamante (Gabriel Soto) um belo e honesto advogado que se oferece a ajudá-la. É nesse momento que nasce uma atração entre os dois, sendo que os mesmos são comprometidos. María Dolores sofre uma enorme decepção com o noivo Daniel (Flavio Medina), quando este se casa com Ivana (Sofia Franco) obrigado pela sua mãe Úrsula (Rosa María Bianchi). Max se apaixona perdidamente por María Dolores e decide terminar seu compromisso com Maleny (Sophie Alexander) que fica louca de ódio já que também foi obrigada pela mãe a se casar com Max, no entanto, ela tem uma relação com Ari (Lenny de la Rosa) escondida do ex-namorado.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Adriana Louvier[3] María Dolores Morales
Gabriel Soto[3] Maximiliano Bustamante
Flavio Medina Daniel Santibáñez
Rosa María Bianchi Úrsula de Santibáñez
Azela Robinson Josefa Bravo
Alejandro Camacho Claudio Bustamante
Luz María Jerez Alma de Bustamante
Macaria Esperanza Morales
Sophie Alexander Maleny Santibáñez
Cecilia Toussaint Honoria
Fabiola Guajardo Isela Ramos Cabrera
Juan Carlos Barreto Arrango
Adalberto Parra Jacinto
Juan Carlos Colombo Fermín Delgado
Aurora Clavel Consuelo "Chelito"
Estefanía Villareal Doris
Sofia Franco Ivana Duval
Pedro de Tavira Julián Delgado Ramírez
Jorge Gallegos Orlando
Eleane Puell Clara Morales Garza
Lenny de la Rosa Ari
Jesús Carús Leonardo Bustamante Mondragón
Elizabeth Guindi Susana Duval
Pablo Perroni Gerry
Adriana Llabrés Jenny
Tizoc Arroyo Adrián
Violeta Isfel Nayeli Campos
Emma Escalante Corina Rosas
José María Negri Isidro
Fernando Larrañaga Dr. Medina
José de Jesús Aguillar Padre Juan
Angelina Peláez La Abuela
Jana Raluy Marcia Aldama
Jesús Ochoa Marcelo Monterrubio
José Ángel García Rodolfo Morales
Milleth Gómez Montijo
Mário Hernández El Barras
Adrián Carreon El Parejita
Rubén Camelo Víctor
Benjamín Islas Advogado

Audiência[editar | editar código-fonte]

Horário # Eps. Estreia Final Posição Temporada Classificação geral
Data Primeiro
capítulo
Data Último
capítulo
Segunda—Sexta
18:15
121
1 de setembro de 2014
18
15 de fevereiro de 2015
21 #1 2014 - 2015

17

Estreou com 17.5 pontos.[4] Sua menor audiência é de 11.5, alcançada em 1 de janeiro de 2015. O último capítulo marcou 21 pontos.[5] A trama terminou com média de 16.9 (17) pontos, considerado sucesso, já que sua meta era de 16 pontos.[6]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio TVyNovelas 2015[7][editar | editar código-fonte]

Categoria Nomeados Resultado
Melhor telenovela Giselle González Nomeada
Melhor atriz protagonista Adriana Louvier Ganhadora
Melhor ator protagonista Gabriel Soto Nomeado
Melhor atriz antagonista Azela Robinson Nomeada
Melhor ator antagonista Flavio Medina Ganhador
Melhor primeira atriz Rosa María Bianchi Ganhadora
Melhor atriz co-estelar Fabiola Guajardo Ganhadora
Melhor atriz juvenil Estefania Villarreal Nomeada
Melhor atriz de reparto Cecilia Toussaint Ganhadora
Melhor atriz de reparto Macaria Nomeada
Melhor ator de reparto Juan Carlos Colombo Nomeado
Melhor direção de cena Eric Morales, Xavier Romero e Luis Vélez Ganhadores
Melhor história ou adaptação Aída Guajardo e Felipe Ortiz Nomeados
Melhor reparto Yo no creo en los hombres Ganhadora

Prêmio Bravo[8][editar | editar código-fonte]

Categoria Nominado Resultado
Melhor telenovela Giselle González Ganhadora
Melhor atriz Adriana Louvier Ganhadora
Melhor ator Gabriel Soto Ganhador
Melhor vilã Azela Robinson Ganhadora
Melhor vilão Flavio Medina Ganhador
Melhor primeira atriz Rosa María Bianchi Ganhadora

Referências

  1. «Produciría Giselle González remake de "Yo no creo en los hombres"». Rádio Fórmula. 14 de março de 2014. Consultado em 14 de fevereiro de 2016 
  2. «Gabriel Soto y Adriana Louvier protagonizarán nueva telenovela 'Yo no creo en los hombres'» (em espanhol). SDP Noticias. 4 de julho de 2014. Consultado em 5 de julho de 2014 
  3. a b Arturo Perea (4 de julho de 2014). «Presentan Yo no Creo en los Hombres» (em Spanish). Consultado em 5 de julho de 2014 
  4. «Yo no creo en los Hombres, éxito en las tardes de Televisa». Prensario. 3 de novembro de 2014. Consultado em 19 de junho de 2016 
  5. «Rating final de Yo No Creo En Los Hombres con buena aceptación». Espectaculos a tiempo. 18 de fevereiro de 2015. Consultado em 13 de julho de 2015 
  6. «Reporte de rating de Yo no creo en los hombres». Fórum Univision. 19 de fevereiro de 2015. Consultado em 13 de julho de 2015 
  7. «¡Lista completa de los nominados a los Premios TVyNovelas 2015!». Tv y Novelas. 3 de março de 2015. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  8. «Alegre y emotiva entrega de los Premios Bravo». Esto en Linea. 22 de outubro de 2015. Consultado em 13 de novembro de 2015