Alberto Hurtado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Alberto Hurtado, S.J.
Saint Alberto Hurtado.jpg
Santo Alberto Hurtado
Nascimento 22 de Janeiro de 1901 em Viña del Mar, Chile
Morte 18 de agosto de 1952 em Santiago, Chile
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 16 de outubro de 1994, Vaticano por papa João Paulo II
Canonização 23 de outubro de 2005, Vaticano por papa Bento XVI
Festa litúrgica 18 de agosto
Atribuições vestes jesuítas
Padroeiro Chile; pobres; crianças de rua; obras sociais; trabalhadores; sindicalismo
Gloriole.svg Portal dos Santos

São Luis Alberto Hurtado Cruchaga, S.J. (Viña del Mar, 22 de janeiro de 1901Santiago do Chile, 18 de agosto de 1952), conhecido como Padre Hurtado, foi um sacerdote jesuíta chileno, fundador do Lar de Cristo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em Viña del Mar, Alberto Hurtado cursou o Colégio Santo Inácio, dos jesuítas. Em 1918 iniciou a faculdade de Direito na Pontifícia Universidade Católica do Chile, concluída em 1923. Após este curso, entrou para a Companhia de Jesus. Cursou teologia em Louvain, Bélgica, onde doutorou-se em Pedagogia.

Ao retornar ao Chile, em 1936, ensinou no Colégio Santo Inácio, no Pontifício Seminário de Santiago e na Universidade Católica. Possuía um profundo zelo apostólico para com a juventude e os mais pobres. Fundou o Lar de Cristo e a Ação Sindical e Econômica Chilena.

Em 1941 foi nomeado assessor da Ação Católica Juvenil. Seu empenho fez com que em três anos, os participantes aumentassem de 1.500 a 12.000 e seus grupos, de 60 a 600. Ao final deste período, renunciou a esta função e dedicou-se integralmente ao trabalho com os mais pobres. Fundou o Lar de Cristo, instituição que mantinha casas de acolhida para crianças, homens e mulheres, restituindo-lhes um ambiente de família. Posteriormente estas casas adquiriram outras funções, como reabilitação ou atividades de geração de renda.

Em 1947, fundou a Associação Sindical Chilena (ASICH), buscando uma associação sindical inspirada na Doutrina Social da Igreja.

Em 18 de agosto de 1952, faleceu vítima de um câncer no pâncreas.

O Padre Hurtado foi beatificado por João Paulo II em 16 de outubro de 1994 e canonizado por Bento XVI em 23 de outubro de 2005. A ele são atribuídos dois milagres: a recuperação de María Alicia Cabezas Urrutia, vítima de morte cerebral parcial, devido a três hemorragias cerebrais e infarto cerebral, e a recuperação de Vivianne Galleguillos Fuentes, também com problemas cerebrais devido a um acidente automobilístico.

Obras[editar | editar código-fonte]

Pe. Hurtado escreveu alguns livros, entre eles:

  • Sindicalismo, Humanismo Social e A Ordem Social Cristã nos Documentos da Hierarquia Católica.

Fundou também a Revista Mensagem, em 1951, para divulgar a doutrina católica.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto Hurtado