Alessandro Ballan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde outubro de 2011) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Alessandro Ballan.

Alessandro Ballan (Veneto, 6 de Novembro de 1979 - ) é um ciclista profissional de nacionalidade italiana, que corre pela Lampre desde que se tornou profissional em 2004. Tem a alcunha de Bontempino, uma referência ao diminuto Guido Bontempi, com quem tem uma semelhança.[1]

Ballan é um excelente corredor de clássicas,[desambiguação necessária]que envolvam paralelos e defende-se razoavelmente bem em pequenas subidas.

Na sua primeira época era um mero gregário a que ninguém dava muita importância e que se destacava pouco.

Mas em 2005 tudo se modificou. Saíram corredores importantes da sua equipa para as clássicas, em que Ballan é especializado e deram-lhe a finalmente oportunidade de se mostrar.

Ballan nao decepcionou e ficou em 6º na Ronde van Vlaanderen num ataque a 37 km para a meta. Alessandro conseguiu uma vitória e um 2º na geral na corrida Three Days of De La Panne mas a sua primeira vitória no Pro Tour surgiu não numa clássica mas sim na 4ª etapa do Eneco Tour of Benelux.

Devido à sua performance Ballan entra em 2006 como um grande candidato a clássicas e com um ordenado muito melhor,devido às suas vitórias e boas prestações no princípio de 2006 onde ganhou o Trofeo Laigueglia e ficou em 2º lugar no E3 Prijs Vlaanderen atrás de Tom Boonen e em 3º lugar no Tirreno-Adriatico.

Fez ainda 5ºlugar na Ronde van Vlaanderen seguido de um 3º no Paris-Roubaix. Mais tarde Ballan dá ainda mais garantias e faz 2º na 12ª etapa do Tour de France e um 3º na geral no Tour of Poland. No ranking do Pro-Tour Ballan terminou em 6º!

Em 2007 Ballan partiu uma costela durante o Tirreno-Adriatico. Mesmo lesionado Ballan trabalhou muito para Bennati na Milan-San Remo, embora sem sucesso.

Duas semanas depois, já recuperado Ballan ganha os Three Days of De Panne depois duma fuga na 1ª etapa. Ele não ganhhou a etapa mas bateu o seu adversário Luca Paolini no contra-relógio, que terminou em 10º.

A 8 de Abril,Ballan ganha a Ronde van Vlaanderen no sprint em que bateu Leif Hoste(o favorito do público para a prova) por muito pouco. Ballan foi o primeiro italiano a vencer a Ronde van Vlaanderen e os Three Days of De Panne consecutivamente na mesma época.

Referências

  1. Maloney, Tim. "Ballan following in Bartoli's footsteps?", Cyclingnews.com – First Edition Cycling News for 7 April 2005, 2005-04-07. Página visitada em 2006-09-27.