Antonio Samorè

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antonio Samorè
Cardeal da Santa Igreja Romana
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 10 de junho de 1928
Ordenação episcopal 16 de abril de 1950
Nomeado arcebispo 30 de janeiro de 1950
Cardinalato
Criação 26 de junho de 1967 por Paulo VI
Brasão
Brasão Card. Samorè.jpg
Lema AUXILIUM A DOMINO
Dados pessoais
Nascimento ItáliaBardi, 4 de dezembro de 1905
Morte Roma, 3 de fevereiro de 1983 (77 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Antonio Samorè (Bardi, 4 de dezembro de 1905Roma, 3 de fevereiro de 1983) foi um cardeal italiano, enviado pelo Papa João Paulo II como seu representante no Conflito de Beagle, diante do agravamento da situação naquele conflito e a iminência de uma guerra entre Argentina e Chile, no final de 1978.

Em 22 de dezembro de 1978, em discurso aos cardeais para cumprimentos de boas festas, o Papa João Paulo II se referiu a esta missão de Samorè:[1]

Depois, no dia de ontem, diante das notícias cada vez mais alarmantes que chegavam sobre o agravamento, e sobre o possível, e mesmo temido por não poucos como iminente, precipitar-se da situação, dei conhecimento às Partes da minha disposição — mais até, desejo — de enviar às duas Capitais um representante meu especial, para conseguir mais imediatas e concretas informações sobre as respectivas posições e para se examinarem e procurarem em conjunto as possibilidades duma honrosa composição pacífica do litígio.
 
Papa João Paulo II - Discurso aos Cardeais - 22/12/1978,
Homenagens diante do monumento ao Cardeal Antonio Samorè, em Santiago do Chile.

A missão teve sucesso, com os dois países chegando a um acordo. A solução definitiva seria em 29 de novembro de 1984, quase seis anos após o início das negociações, com a assinatura pelos dois países, do Tratado de Paz e Amizade diante do Papa, no Vaticano. O Cardeal Samorè, porém, não chegou a testemunhar este desfecho final do conflito.[2]

O nosso coração sofre por esta repentina morte, que nos priva da presença material e do convívio deste distinto Purpurado, ao qual muitos de nós, e em primeiro lugar quem vos fala, estavam ligados por profundos vínculos de estima e de afecto.Em Dezembro de 1978, num momento delicado das relações entre a Argentina e o Chile, escolhi o Cardeal Samoré como meu Enviado Especial junto dos dois Governos.(...) A esta delicadíssima tarefa ele aplicou-se até ao fim com a habitual sabedoria, ponderação e fervor.

Faço votos por que, com a ajuda do Senhor, a paciente obra realizada pelo Cardeal Samoré possa ser coroada, o mais breve possível, do bom sucesso que todos desejamos.

 
Homilia do Papa João Paulo II - Exéquias do Cardeal Antonio Samorè - 5/2/1983,

Referências

  1. Discurso do Papa João Paulo II aos cardeais. Santa Sé (22/12/1978). Página visitada em 7/12/2013.
  2. Exéquias do Cardeal Antonio Samorè_Homilia do papa João Paulo II. Santa Sé (5/2/1983).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antonio Samorè