Ariosofia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo

Armanismo e Ariosofia são nomes de sistemas ideológicos de natureza esotérica, criados respectivamente por Guido von List e Jörg Lanz von Liebenfels na Áustria, entre 1890 e 1930. List também usou o termo Wotanismo, enquanto Lanz utilizou os nomes Teozoologia e Ariocristianismo.1 Os dois autores inspiraram numerosos outros (incluindo Peryt Shou, Rudolf John Gorsleben, Rudolf von Sebottendorff, Friedrich Bernhard Marby e A. Frank Glahn) e uma variedade de organizações na Alemanha e Áustria daquela época.

Este artigo segue a visão do historiador Goodrick-Clarke em sumariar tais desenvolvimentos sob o termo Ariosofia (embora este uso mais amplo seja retrospectivo e não esteja mais em uso corrente entre os próprios esotéricos).1 Eram parte de um revival ocultista generalizado que ocorreu na Áustria e Alemanha em fins do século XIX e início do século XX, fracamente inspirado pelo paganismo alemão histórico e por conceitos tradicionais de ocultismo, e relacionado ao romantismo alemão. A conexão deste misticismo germânico com a cultura histórica germânica, embora tênue, é evidente na fascinação dos místicos pelas runas, sob a forma das runas Armanen de List.

Referências

  1. a b "O termo 'Ariosofia', significando sabedoria oculta relativa aos arianos, foi criada por Lanz von Liebenfels em 1915 e tornou-se o rótulo da sua doutrina nos anos 1920. List realmente denominava sua doutrina de 'Armanismo', enquanto Lanz usava os termos 'Teozoologia' e 'Ariocristianismo' antes da Primeira Guerra Mundial. No livro The Occult Roots of Nazism, a expressão 'Ariosofia' é usada genericamente para descrever as teorias ariano-racistas-ocultistas de ambos os homens e seus seguidores." (Goodrick - Clarke 1985: 227, nota 1 da Introdução).

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Balzli, Johannes. 1917. Guido v. List: Der Wiederentdecker Uralter Arischer Weisheit - Sein Leben und sein Schaffen. Leipzig e Viena: Guido-von-List-Gesellschaft.
  • Goodrick-Clarke, Nicholas. 1985. The Occult Roots of Nazism: The Ariosophists of Austria and Germany 1890-1935. Wellingborough, Inglaterra: The Aquarian Press. ISBN 0-85030-402-4. Republicado em 1992 como The Occult Roots of Nazism: Secret Aryan Cults and Their Influence on Nazi Ideology: The Ariosophists of Austria and Germany, 1890-1935 (New York University Press, ISBN 0-8147-3060-4) e em 2003 como The Occult Roots of Nazism: Secret Aryan Cults and Their Influence on Nazi Ideology. Gardners Books, ISBN 1-86064-973-4. [Existe uma edição portuguesa: GOODRICK-CLARKE, Nicholas. Raízes ocultistas do nazismo: cultos secretos arianos e sua influência na ideologia nazi. Lisboa, Terramar, 2002.]
  • ———. 2003. Black Sun: Aryan Cults, Esoteric Nazism and the Politics of Identity. New York University Press. ISBN 0-8147-3155-4 [Existe uma edição brasileira: GOODRICK-CLARKE, Nicholas. Sol Negro: cultos arianos, nazismo esotérico e políticas de identidade. São Paulo, Madras, 2004.]
  • Kertzer, David. 2001. Popes Against the Jews. Knopf.
  • Lanz-Liebenfels, J. 1903/1904. "Anthropozoon Biblicum", Vierteljahrsschrift für Bibelkunde 1 (1903): 307-55, 429-69; 2 (1904): 26-60, 314-35, 395-412.
  • ———. 1905. Theozoologie: oder die Kunde von den Sodoms-Äfflingen und dem Götter-Elektron. Viena. (Republicado como Georg Jörg Lanz von Liebenfels 2002. ISBN 3831131570, ISBN 978-3831131570)
  • List, Guido von. 1908. Das Geheimnis der Runen (Guido-von-List-Bücherei 1). Gross-Lichterfelde: P. Zillmann. Traduzido com introdução de Stephen E. Flowers, Ph.D. (ou Edred Thorsson), 1988, como Das Geheimnis der Runen. Rochester, Vermont: Destiny Books. ISBN 0-89281-207-9
  • ———. 1910. Die Religion der Ario-Germanen in ihrer Esoterik und Exoterik. Zürique.
  • Phelps, Reginald H. 1963. ""Before Hitler Came": Thule Society and Germanen Orden", Journal of Modern History 35(3): 245-261.
  • Schnurbein, Stefanie von. 1992. Religion als Kulturkritik.
  • Sünner, Rüdiger. 1997. Schwarze Sonne: Entfesselung und Missbrauch der Mythen in Nationalsozialismus und rechter Esoterik.
  • Thomas, Robert. 2005. "The Nature of Nazi Ideology" (história). Libertarian.co.uk webpage: LibertarianCoUk-Histn015-PDF

Outros armanistas proeminentes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.