Atabeg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Atabeg é um título hereditário de nobreza de origem turca, que indica um governador de uma nação ou província, que era subordinado a um monarca. A palavra atabeg significa pai do príncipe. Quando um príncipe Seljúcida morria, deixando herdeiros menores, se nomeava um tutor para proteger e cuidar dos herdeiros. Este tutor então se casaria com a viúva (mãe dos herdeiros menores), assumindo uma espécie de substituição de paternidade.

O título de Atabeg foi bastante comum na época Seljúcida, a partir do século XII. O título de Atabeg também era utilizado para oficiais mamelucos do Egito, alguns deles foram proclamados Sultões depois da incorporação do Império Otomano.

O mais famoso atabeg foi provavelmente Zengi, atabeg de Mossul desde 1128, que logo tornou se independente e dominou grande parte do norte da Mesopotâmia e da Síria (incluindo Alepo). Após o fim da época Seljúcida, o título foi usado com menos frequência.

Referências[editar | editar código-fonte]