Band of Gypsys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Band of Gypsys
Jimi Hendrix - Band of Gypsys (1970).jpg
Álbum ao vivo de Jimi Hendrix
Lançamento 1970
Gravação 31 Dez 1969 - 1 Jan 1970
Gênero(s) Rock psicodélico, Acid rock
Duração 45:16
Idioma(s) Inglês
Formato(s) Vinil, CD, Cassete
Gravadora(s) Capitol Records
Produção Heaven Research (Jimi Hendrix)
Cronologia de Jimi Hendrix
Último
Último
Electric Ladyland
(1968)
The Cry of Love
(1971)
Próximo
Próximo

Band of Gypsys foi um álbum ao vivo lançado por Jimi Hendrix em 1970, após a banda The Jimi Hendrix Experience terminar em junho de 1969.[1] As faixas vieram de quatro shows, dois em 31 de dezembro de 1969 e dois em 1º de janeiro de 1970, no Fillmore East em Nova Iorque.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Band of Gypsys foi a única gravação ao vivo autorizada por Hendrix antes de sua morte. Billy Cox no baixo e Buddy Miles na bateria, substituíram os membros do The Jimi Hendrix Experience, que havia terminado em junho de 1969. No início de 1969, Jimi formou um conjunto chamado Gypsy Sun and Rainbows para tocar no Festival de Woodstock. O baixista Billy Cox que havia tocado com Hendrix, enquanto eles estavam no exército) estava ensaiando e tocando com ele desde abril, mas a banda não durou muito. Ainda com Cox e seu amigo Buddy Miles, Jimi formou a Band of Gypsys, desta vez para cumprir a obrigação de produzir um LP de novo material para Ed Chalpin e ser lançado pela gravadora Capitol Records. Hendrix em entrevistas, já em março de 1969, já havia mencionado um álbum de "jam" que seria chamado de Band of Gypsys. Ele também mencionou em sua introdução em Woodstock que "Band of Gypsys" era um nome alternativo para o grupo realizando lá. O novo som foi uma fusão de rock, funk e R&B, e músicas como "Message to Love" e "Power to Love" mostraram uma nova direção lírica.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Faixas 1, 2, 4 e 5 escritas por Jimi Hendrix, 3 e 6 por Buddy Miles. Devido um erro de prensagem "Power of Soul", foi escrita erroneamente como "Power to Love".[2]

# Título Compositor(es) Duração
1. "Who Knows"   Jimi Hendrix 9:32
2. "Machine Gun"   Jimi Hendrix 12:33
3. "Changes"   Buddy Miles 5:10
4. "Power to Love"   Jimi Hendrix 6:53
5. "Message to Love"   Jimi Hendrix 5:22
6. "We Gotta Live Together"   Buddy Miles 5:46

Formação[editar | editar código-fonte]

Recepção e crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[1]

Sean Westergaard, crítico do Allmusic, disse: "Embora Hendrix fosse errático em apresentações ao vivo, nestes shows o guitarrista mostrou, provavelmente, suas melhores performances".[1] O crítico continua: "Band of Gypsys não é apenas parte importante do legado de Jimi Hendrix, mas um dos melhores álbuns ao vivo de todos os tempos." O álbum alcançou o 5º lugar na Billboard 200 e o 14º lugar na Billboard R&B Albums.[3]

Referências

  1. a b c d Sean Westergaard. Jimi Hendrix - Band of Gypsys > Review - Allmusic. Allmusic.com. Página visitada em 26 Julho 2011.
  2. a b Encarte do CD - 88697623942 ©® 2010 Experience Hendrix, L.L.C.
  3. Band of Gypsys > Charts & Awards - Allmusic. Allmusic.com. Página visitada em 27 Julho 2011.