Barganha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Barganha ou berganha é o ato de trocar, de forma fraudulenta ou não um objeto por outro.

Desde que o sentido de propriedade privada foi estabelecido pela sociedade, o conceito de comércio e o escambo foram instituídos; temos os considerados bons negociadores e aqueles que nada têm para negociar, então, numa espécie de 'chantagem', barganham objetos por outros objetos ou por vantagens.

Em alguns casos, a barganha é simples componente psicológico em que através de pressão emocional consegue-se que uma determinada atitude seja tomada ou uma vantagem seja conseguida. Há várias áreas de atuação em que a barganha é cotidiana em que o bom profissional destaca-se exatamente pela capacidade de flexibilizar as decisões até que estas sejam consideradas aprazíveis; dentre elas cabem os ramos da política, direito, psicologia, ad infinitum.

Deve-se, contudo, tomar o cuidado de diferenciar barganha de chantagem, vez que o segundo é o ato de extorsão em troca de dinheiro, sendo este conseguido sob ameaça, enquanto o ato de barganhar envolve geralmente negociação, lícita ou não, favorável a apenas uma das partes.

Referências[editar | editar código-fonte]