Batalha de Sluys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Batalha de Sluys
Guerra dos Cem Anos
BattleofSluys.jpeg
Crônicas da xivª século de Jean Froissart(Batalha miniatura)
Data 24 de Junho de 1340
Local Perto de Sluys no feudo francês de Flandres (agora escrito "Sluis" e pertence à região holandesa de "Zeelandic Flanders")
Desfecho Vitória Inglesa
Combatentes
Blason pays fr FranceAncien.svg França
CoA civ ITA milano.png Génova
England Arms 1340.svg Inglaterra
Blason Nord-Pas-De-Calais.svg Flandres
Comandantes
Hugues Quiéret
Nicolas Béhuchet
Eduardo III de Inglaterra
Forças
190 navios
20 000 homens
250 navios
20 000 homens
Baixas
15 000 mortos
170 navios
9 000 mortos

A batalha naval de Sluys aconteceu em 24 de junho de 1340 como um dos conflitos de abertura da guerra dos cem anos. Foi historicamente importante, pois nela foi destruída grande parte da armada francesa, fazendo a invasão francesa da Inglaterra impossível e assegurando que a maioria das batalhas desta guerra tenha ocorrido na França.

A Frota do Rei Filipe de Valois[editar | editar código-fonte]

Além 40 galés provenientes do Mediterrâneo com uma tripulação genovense experiente, os franceses têm vinte grandes cogs onde embarcam 200 homens de armas e cerca de 130 navios mercantes ou de pesca onde entram 50 soldados em cada um, totalizando cerca de 20.000 homens.

Mas os dois comandantes, o almirante Hugh Quieret e Nicolas Béhuchet, não são marinheiros, mas sim administradores, em princípio, forneceriam o transporte para o exército. Eles tinham ordens de desembarcar em Inglaterra para combater o exército de Eduardo III e para o fazer dispôs a frota em três fileiras barricadas com ligações a partir de um barco para outro, excepto quatro navios genoveses, que serviam para proteção.

Batalha[editar | editar código-fonte]

No dia 24 de Junho de 1340, as frotas francesas dos almirantes Quiéret e Behuchet aguardavam vento favorável na baía do Zwyn, em frente a Bruges, para seguir para as costas da Inglaterra. Inesperadamente, avançou para eles a frota inglesa composta por 250 navios e mais de 15.000 homens, à frente da qual se encontrava o rei Eduardo III. As embarcações das duas primeiras linhas francesas foram literalmente abalroadas e aniquiladas; uma terceira linha, formada por navios de Dieppe e pelas galés genovesas de Barbavera, conseguiram escapar; fraca consolação. A marinha francesa, com este combate, foi praticamente destruída; as crónicas referem a perda de 190 navios num total de 225 e 20 mil homens em 25 mil; do lado inglês há apenas registo para a perda de 9 mil soldados. Com a marinha francesa fora de combate, os ingleses puderam invadir sem grandes problemas a França. Estava-se no início da guerra; muito mais estava para vir. Na sequência desta batalha, os ingleses ficaram a controlar o canal inglês (ou da mancha, segundo os franceses).

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Sluys