Batalha do Fórum Gallorum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Na batalha de Forum Gallorum, em 14 de abril de 43 a.C., uma aliança entre Otávio e os cônsules Hirtius e Pansa derrota Marco Antônio. Logo após essa batalha Otávio consegue formar o Segundo Triunvirato.

Batalha[editar | editar código-fonte]

Seguindo o caos após a morte de Júlio César, Marco Antônio cerca o conspirador Decimus Junius Brutus Albinus,que era governador da Gália Cisalpina, perto de Mutina (atual Módena), que recebe reforço da República comandados pelo cônsul geral Gaius Vibius Pansa Caetronianus que além de perder a batalha é ferido mortalmente. Sem tempo de comemorar a vitória as tropas cansadas de Marco Antônio são obrigadas a recuar ante a chegada do general Aulus Hirtius.

Na batalha de Mutina seis dias depois da primeira batalha, os dois exércitos se encontram novamente agora com a presença de Otávio Augusto. Antônio perde a batalha mas Hirtius morre e num ato de coragem de Otávio que recupera o corpo do general em plena batalha e carrega o estandarte da legião de Hirtius por algum tempo, ele ganha o respeito e a liderança da legião do general morto.

Logo após essa batalha em Bolonha, Otávio e Antônio declararam uma trégua abrindo espaço para o Segundo Triunvirato formado por eles e Marcus Aemilius Lépido, um grande aliado de Júlio César.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Revista Aventuras na História edição 57 Abril 2008.