Cânaco de Quios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cânaco)
Ir para: navegação, pesquisa

Cânaco[1] [2] (em latim: Canachus; em grego: Καναχος; transl.: Kanachos) foi um escultor da Grécia Antiga, ativo no século VI a.C. e natural de Quios. A ele se atribui duas grandes estátuas de Apolo, uma em bronze para seu templo em Mileto, e outra em cedro para Tebas, ambas já não existentes, mas moedas de Tebas trazem uma imagem da última.

Referências

  1. Bonet 1969, p. 11
  2. Cruz 1952, p. 21

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bonet, Carmelo Melitón. Critica Literaria. [S.l.]: Mestre Jou, 1969.
  • Cruz, Antônio da. Prosodia de nomes próprios pessoais e geográficos. [S.l.]: Editora Vozes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escultor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.