Cairo islâmico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pix.gif Cairo islâmico *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Cairo gate.jpg
Portão do Cairo
País Egito
Critérios (i)(v)(vi)
Referência 89
Coordenadas 30° 02′ N 31° 15′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1979  (3ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

O Cairo Islâmico é antiga cidade islâmica da capital egípcia, da Era Medieval. Entre a área urbana moderna do Cairo encontra-se uma das cidades islâmicas mais velhas do mundo, com as suas famosas mesquitas, madraçais e fontes. Fundado no século X, transformou-se no novo centro do mundo islâmico, alcançando sua idade dourada no século XIV.

Entre os mais de 800 monumentos que abriga encontra-se a mesquita Al-Azhar. Fundada em 970, é considerada a universidade mais antiga do mundo. Entre os monumentos destacam-se também a Mesquita Ibn Tulun, que data do século IX e é uma das maiores do mundo, o Mausoléu de Imam ash-Shafi’i, o maior túmulo islâmico do Egipto, onde um dos santos islâmicos mais importantes foi enterrado, e a Cidadela, uma fortaleza medieval que foi o centro do poder egípcio durante 700 anos, com três mesquitas principais e grande quantidade de museus.

Em 1979 foi declarado Património Mundial da UNESCO.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Panoramas do Cairo Islâmico[editar | editar código-fonte]