Campanha húngara de 1527-1528

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campanha húngara de 1527-1528
Parte das Guerras Otomanos-Habsburgos
Data 1527-1528
Local Hungria
Resultado Vitória dos Habsburgos; Ocupação austríaca de Raab, Komárom, Gran, Buda e Székesfehérvár
Combatentes
Flag of the Habsburg Monarchy.svg Áustria Habsburgo Flag of the Ottoman Empire (1453-1517).svg Turcos otomanos
Comandantes
Fernando I João Zápolya
Forças
Desconhecido Desconhecido
Baixas
Desconhecido Desconhecido

Após a Batalha de Mohács, os otomanos foram obrigados a se retirarem porque acontecimentos em outros pontos da seu vasto império exigiam a atenção do sultão Solimão, o Magnífico.[1] Aproveitando-se dessa ausência, Fernando I tentou fazer valer a sua reivindicação de rei da Hungria. Em 1527, ele avançou contra o vassalo otomano João Zápolya e capturou Buda, Raab, Komárom, Gran e Székesfehérvár, já em 1528. Nesse momento, o sultão otomano não teve qualquer reação, apesar dos apelos de seu vassalo.

Conseqüências[editar | editar código-fonte]

Para os austríacos, a vitória aqui seria muito decepcionante. Em 10 de maio de 1529, Solimão, o Magnífico lançou o seu contra-ataque revertendo todas as conquistas anteriormente realizadas por Fernando. A maior decepção foi o fato de que muitos dos recém capturado fortes terem se rendido sem resistência facilitando grandemente o rápido avanço otomano. Em conseqüência, Solimão foi capaz de chegar até Viena e sitiá-la.

Notas e referências

  1. Turnbull, Stephen. The Ottoman Empire 1326 - 1699. New York: Osprey, 2003. pg 49