Chopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chopes
População total

800.000

Regiões com população significativa
 Moçambique
Línguas
chope, português
Religiões
Animismo, Cristianismo

Os chopes são um povo do sul de Moçambique, principalmente dos distritos de Zavala e Inharrime, na província de Inhambane.

Este povo viveu tradicionalmente da agricultura de subsistência, mas muitos abandonaram as suas terras natais para se mudarem para as cidades.

Os chopes têm a sua própria língua, um idioma tonal pertencente à família de línguas banta. Muitos falam igualmente biTonga ou português como língua secundária [1] .

Os seus povos vizinhos incluem o grupo étnico dos changanas que vivem no sudoeste, na província de Gaza, e que invadiram o território chope no século XIX. Historicamente, alguns chopes foram escravizados e outros tornaram-se trabalhadores migrantes na África do Sul.[carece de fontes?]

Os chopes são conhecidos internacionalmente pelo instrumento musical mbila e dança associada, uma manifestação cultural conhecida desde o tempo de Gungunhana, que foi considerada pela Unesco Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade.

Os chopes identificam-se culturalmente, como povo, com o elefante.[carece de fontes?]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço relacionado ao Projeto África. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.