Christopher Pike

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Christopher Pike
Personagem de Star Trek
Jeffrey Hunter como Capitão Christopher Pike
Jeffrey Hunter como Capitão Christopher Pike
Gênero Macho
Espécie Humano
Afiliação Federação Unida dos Planetas
Frota Estelar
Patente Capitão
Capitão de Frota
Almirante
Ocupação Oficial da Frota Estelar
Interpretado por Jeffrey Hunter
Sean Kenney
Bruce Greenwood
Portal Ficção Científica

Christopher Pike é um personagem da franquia de entretenimento Star Trek. Ele foi interpretado por Jeffrey Hunter no piloto original de Star Trek, "The Cage", como o capitão da USS Enterprise. O piloto foi rejeitado, e o personagem foi abandonado durante o desenvolvimento do segundo piloto quando Hunter decidiu que ele não desejava continuar com a série.[1] [2] Sean Kenney interpretou Pike em novas cenas filmadas para o episódio subsequente "The Menagerie", que também reusa imagens originais de Hunter em "The Cage". Bruce Greenwood interpretou Pike no filme Star Trek.

Representação[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe da vida pessoal de Pike. De acordo com diálogos em "The Cage", Pike nasceu em Mojave, Califórnia e em algum momento teve um cavalo chamado de Tango.

Pike é o primeiro capitão da USS Enterprise (NCC-1701) reconhecido pelo canône de Star Trek. Entretanto, Star Trek: The Animated Series revela que o Capitão Robert April precedeu Pike, e romances e livros de referência sobre Star Trek também identificam April como o predecessor de Pike.[3] [4]

"The Cage"[editar | editar código-fonte]

No começo de "The Cage", Pike e sua tripulação estão se recuperando de uma missão em Rigel VII onde vários membros do grupo de desembarque foram mortos pelos habitantes. O incidente encheu Pike de tanta culpa que ele estava considerando deixar a Frota Estelar.

Enquanto isso, a Enterprise está a caminho de Colônia Vega para deixar alguns tripulantes feridos, quando ela recebe um pedido de socorro da nave SS Columbia, perdida 18 anos antes. Pike muda o curso para Talos IV para resgatar os sobreviventes.

Pike descobre que todos os sobreviventes, com exceção de uma, são ilusões criadas pelos talosianos para atrair a tripulação da Enterprise para o planeta. Os talosianos fazem todos os esforços para fornecer fantasias sexuais para apelar à Pike, usando como objeto de desejo a única sobrevivente da Columbia, Vina. Depois de escapar de sua cela com a ajuda de sua primeira oficial, Número Um, e da Ordenança J. M. Colt, os talosianos mostram a Pike a verdadeira aparência de Vina, uma mulher velha e desfigurada. Os talosianos salvaram sua vida depois da queda da Columbia, porém não possuiam nenhum guia para "consertar" o corpo humano. Pike pede para que os talosianos restaurem sua ilusão de beleza e a Enterprise deixa Talos IV.[5]

"The Menagerie"[editar | editar código-fonte]

Em algum ponto antes de "The Menagerie", Pike é promovido a Capitão de Frota. Ele é severamente ferido ao resgatar cadetes de uma ruptura do casco de uma nave de treinamento, a radiação de raios delta o deixa paralisado, mudo, gravemente cicatrizado e dependente de uma cadeira de rodas operada por ondas cerebrais. Seu único modo de comunicação é por meio de uma luz na cadeira: um pisque significa "sim" e dois pisques indica "não".

Em "The Menagerie", a Enterprise, agora sob o comando do Capitão James T. Kirk, viajam até a Base Estelar 11. Spock, que serviu com Pike por "onze anos, quatro meses e cinco dias", faz arranjos clandestinos para levar Pike devolta para Talos IV, apesar de viagem para Talos IV ser o único crime punido com a morte pela Frota Estelar. Spock vai para corte marcial, com as evidências durante o processo serem imagens de "The Cage". Ao final, Pike se reencontra com Vina e recebe a ilusão de saúde perfeita.[6]

Referências posteriores[editar | editar código-fonte]

Pike é mencionado no episódio da série original "Mirror, Mirror". A versão do Universo Espelho do Capitão Kirk assassina Pike para se tornar o oficial comandante da ISS Enterprise.[7]

Uma breve referência à Pike acorre no episódio "Tears of the Prophets", de Star Trek: Deep Space Nine; o Capitão Benjamin Sisko recebe a "Medalha de Valor Christopher Pike" por suas ações durante a Guerra dos Dominion.[4] [8] Diálogo do episódio "Take Me Out to the Holosuite", de Deep Space Nine, indica que o Capitão Solok da USS T'Kumbra recebeu a medalha duas vezes.[4] [9]

Star Trek[editar | editar código-fonte]

Christopher Pike aparece em Star Trek de 2009, desta vez interpretado por Bruce Greenwood. No filme, Pike encoraja o jovem James Kirk a seguir os passos do pai, e o desafia a entrar na Frota Estelar. Pike é o primeiro capitão da USS Enterprise, com Kirk abordo. Pike é levado como prisioneiro pelo romulano Nero e torturado para informar as defesas de perímetro da Terra. Ele é mais tarde resgatado por Kirk. Ao final do filme, ele é promovido a Almirante. Na cena final ele aparece com uma cadeira de rodas, referenciando sua aparência em "The Menagerie". Desta vez ele pode usar se corpo e falar, estando apenas se recuperando de seus ferimentos. O Almirante Pike orgulhosamente entrega o comando da Enterprise para Kirk.[10]

Referências

  1. Alexander, David. Star Trek Creator: The Authorized Biography of Gene Roddenberry. [S.l.]: Roc, 1994. p. 244. ISBN 0-451-45418-9.
  2. Solow, Herbet F.; Justman, Robert H.. Inside Star Trek: The Real Story. [S.l.]: Pocket Books, 1996. p. 63. ISBN 0-671-89628-8.
  3. Carey, Diane. Best Destiny. [S.l.]: Pocket Books, 1995. ISBN 0-517-13905-7.
  4. a b c Okuda, Michael; Denise, Okuda; Mirek, Debbie. The Star Trek Encyclopedia. [S.l.]: Pocket Books, 1999. ISBN 0-671-53609-5.
  5. "The Cage", Star Trek. 1965
  6. "The Menagerie", Star Trek. 1966
  7. "Mirror, Mirror", Star Trek. 1967
  8. "Tears of the Prophets", Star Trek: Deep Space Nine. 1998
  9. "Take Me Out to the Holosuite, Star Trek: Deep Space Nine. 1998
  10. Star Trek. 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]