Comissão das Ciências e das Artes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Comissão das Ciências e das Artes (em francês: Commission des Sciences et des Arts) foi um grupo científico francês criado em 16 de Março de 1798, composto por 167 membros, para integrar a força expedicionária de Napoleão Bonaparte ao Egipto; apenas 16 dos membros não participaram na expedição. Do seu trabalho científico foi produzida a Description de l'Égypte (Descrição do Egipto). Mais de metade eram engenheiros e técnicos, incluindo 21 matemáticos, 3 astrónomos, 17 engenheiros civis, 13 naturalistas e engenheiros de minas, geógrafos, 3 engenheiros de explosivos, 4 arquitectos, 8 artistas, 10 artistas, 1 escultor, 15 intérpretes, 10 escritores e 22 editores de caracteres latinos, gregos e árabes.[1] . Napoleão organizou o seu corpo científico como um exército, dividindo os seus membros em cinco categorias, e dando um posto hierárquico militar a cada um, com a sua respectiva função, para além do papel científico.

Referências

  1. Philippe de Meulenare, Bibliographie raisonnée des témoignages de l'Expédition d'Égypte (1798-1801), Paris, Éditions F. et R. Chamonal, 1993. Lista organizada por Jean-Edouard Goby, paginas 241-244. Ver também Yves Laissus, L'Égypte, une aventaure savante 1798-1801, Paris, Fayard, 1998, paginas 523-525.


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.