Copeland (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copelandlogo.png
Informação geral
Origem Lakeland, Flórida
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
Indie rock
Sadcore
Rock acústico
Ambient
Pop barroco
Período em atividade 2000 - 2010

2014 - atualmente

Gravadora(s) Tooth & Nail Records (2008-2010)
Columbia Records (2006-2007)
The Militia Group (2002-2006)
Theory 8 Records (2000-2001)
Página oficial www.thecopelandsite.com
Integrantes Aaron Marsh
Bryan Laurenson
Jonathan Bucklew
Stephen Laurenson
Ex-integrantes James Likeness
Rusty Fuller
Thomas Blair]]
Jarrett Smith

Copeland é uma banda de indie rock norte-americana, surgida no ano de 2000 na cidade de Lakeland, na Flórida. Letras levemente lúgubres envolvidas em melodias serenas tornavam Copeland tão singular e ao mesmo tempo tão majestoso. Copeland foi fundado pelo vocalista Aaron Marsh e o então baixista James Likeness, a banda lançou quatro álbuns desde o início de sua trajetória.

História[editar | editar código-fonte]

Inicio, Beneath Medicine Tree\ Know Nothing Stays The Same (2002 - 2004)[editar | editar código-fonte]

Com a produção de Matt Goldman a banda lançou em 2001 um EP junto com a banda Pacifico. Em 2002 eles assinaram com a gravadora independente The Militia Group e lançaram seu álbum de estréia Beneath Medicine Tree no ano seguinte. O álbum conta com a produção de Goldman e Jonathan Bucklew entra no lugar de Fuller.
Marsh revelou que esse álbum foi inspirado por duas tragédias em sua vida: a hospitalização de sua namorada em sua luta contra o lúpus, e a morte de sua avó. Por essa razão ele apresenta uma forte temática médica. O encarte do disco conta com diversas fotos tiradas por Likeness no Hospital Geral de Tampa, Flórida.
Após o lançamento o grupo fez turnês com The Juliana Theory, Mae, Hopesfall, Switchfoot, e The Early November.
Em 2004, foi lançado mais um EP, intitulado Know Nothing Stays The Same, composto apenas por covers de artistas como Phil Collins, Stevie Wonder e Billy Joel.

In Motion (2005)[editar | editar código-fonte]

Em Março de 2005 a banda lançou seu segundo álbum In Motion que estreou em 115º no Billboard's Top 200 Albums Chart. Na produção Goldman e Marsh. Ken Andrews fez a mixagem. As primeiras cópias lançadas incluíam um EP acústico com quatro canções dos dois álbuns da banda.
O álbum conta com uma postura completamente diferente da banda, que apresenta músicas mais pesadas e trabalhadas. Marsh afirmou que com o Beneath Medicine Tree, quis fazer uma gravação que mexesse com as pessoas, enquanto que com o In Motion, quis fazer uma gravação que fizesse as pessoas se mexerem.[1]

Eat, Sleep, Repeat\Dressed Up & In Line (2006 - 2007)[editar | editar código-fonte]

Em Outubro de 2006, foi lançado o terceiro álbum da banda, Eat, Sleep, Repeat. Bem recebido por fãs e pela critica, o álbum não altera muito o curso desde In Motion, como dito pela banda no My Space: "Não fizemos nenhuma mudança drástica no estilo das músicas... esperamos apenas que mais pessoas possam ouvi-las". Em 2007, foi lançado um disco especial intitulado Dressed Up & In Line, composto por covers, assim como Know Nothing Stays The Same, porém, não somente de covers como também de músicas próprias da banda remixadas e também algumas músicas inéditas. Em julho de 2007, James resolveu deixar o Copeland.

You Are My Sunshine (2008 - 2009)[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Copeland assinou com a gravadora cristã Tooth & Nail Records, oque geraram rumores de que a banda era também cristã. Aaron Marsh revelou: "Temos cristãos na nossa banda, mas nosso objetivo não é ministrar, e conotações religiosas não são o foco da banda". O quarto álbum de estúdio, You Are My Sunshine foi lançado em Outubro e teve ainda mais sucesso do que Eat, Sleep, Repeat. Algumas faixas contaram com o vocal feminino de Rae Cassidy Klagstad. Dois dias após ser lançado, o álbum já alcançava a 9ª posição na lista de álbuns mais desejados no iTunes. Em 27 de Janeiro de 2009, o álbum ganhou uma versão em vinil. No dia 29 outubro de 2009, o grupo anunciou no MySpace o que seria a carta de despedida, porque o Copeland havia chegado ao seu fim.[2] . Marsh fez questão de deixar claro que isso não ocorreu por nenhuma briga ou qualquer outro tipo de desentendimento.

IXORA (2014)[editar | editar código-fonte]

Após quase seis anos sem lançar novas músicas em 1º de Abril de 2014 logo após ter anunciado no final de 2013 junto à revista Music For the Soul que poderiam haver reuniões para gravações, Copeland anuncia o quinto álbum de inéditas da banda, IXORA. O álbum deve contar com os mesmos membros da formação pré-hiato : Aaron Marsh, Bryan Laurenson, Stephen Laurenson, e Jonathan Bucklew. O álbum será produzido por Aaron Marsh em seu estúdio em Lakeland, FL, o The Vanguard Room e tem como previsão de Lançamento Outubro de 2014. 

Membros[editar | editar código-fonte]

Integrantes que compuseram a última formação da banda[editar | editar código-fonte]

  • Aaron Marsh: vocal, guitarra, piano, mellotron, baixo
  • Bryan Laurenson: guitarra, piano
  • Stephen Laurenson: guitarra
  • Jonathan Bucklew: bateria (a partir de 2001)

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • James Likeness: baixo (2000-2007)
  • Rusty Fuller: bateria (2000-2001)
  • Thomas Blair
  • Jarrett Smith

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. starpulse.com. Acesso em 7 de janeiro de 2007.
  2. Blog do Copeland no MySpace. Acesso em 22 de dezembro de 2009.
Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.