Corda dorsal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A corda dorsal, notocorda ou notocórdio (do grego notos: dorso, costas + latim chorda: corda), é uma estrutura em forma de vareta que se forma no embrião dos animais do clade Chordata entre o tubo digestivo e a medula espinal.

Embora nessa fase o notocórdio possa ser considerado como um primeiro "esqueleto" – e de fato continua a funcionar como tal nas mixinas no anfioxo (Cephalochordata) e nas lampréias - não deve ser confundido com a coluna vertebral dos restantes animais adultos do grupo dos Vertebrata.

Ontogenia do Notocórdio[editar | editar código-fonte]

A Notocorda é uma estrutura embrionária de origem mesodérmica, que dá lugar à coluna vertebral. Ela também dá origem ao crânio, de alguns cordados, os chamados vertebrados ou craniatas. Que serve como proteção ao cérebro, originado pelo tubo nervoso.

O notocorda consiste numa fiada de grandes células rodeadas por uma forte bainha de tecido conectivo, situado na parte ventral do tubo neural do embrião e constitui a fundação do esqueleto, uma vez que é à sua volta que se formam os segmentos da coluna vertebral (nos vertebrados), estendendo-se da extremidade anal até à metade anterior do cérebro, terminando num gancho na região do futuro dorsum sellæ do osso esfenóide.

A princípio, o notocórdio localiza-se entre o tubo neural e a ectoderme, mas rapidamente se separa destes tecidos pela mesoderme, que passa a rodeá-lo, juntamente com o tubo neural, para formar o crânio (nos craniados), as vértebras e o restante do esqueleto e muitos outros órgãos, enquanto que a ectoderme dará origem ao sistema nervoso central.

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Embriologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.