Corticeira Amorim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{spam}}, regra n° 6 da eliminação rápida.

A Corticeira Amorim, SGPS, S.A é uma SGPS portuguesa presidida por António Rios de Amorim que, fundada há 140 anos, é líder mundial no setor da cortiça. A empresa faz parte do Grupo Amorim, gera um volume de negócios superior a 500 milhões de euros em mais de 100 países.

Esta holding é responsável pela administração de um universo de 83 empresas que se dedicam à transformação integrada da cortiça, à investigação e desenvolvimento e à promoção e comercialização de produtos e novas soluções de cortiça. Conta a nível mundial com 30 unidades industriais, 42 distribuidores, 11 joint-ventures e 248 agentes principais.

Organizada em cinco unidades de negócios – matérias-primas, rolhas, revestimentos, aglomerados compósitos e isolamentos. Disponibiliza produtos para incorporação em indústrias tão diversificadas e exigentes como o são a indústria aeronáutica, de construção, ou a indústria vinícola, fruto de um investimento sem paralelo em investigação & desenvolvimento.

A Empresa em números[editar | editar código-fonte]

145 Anos de liderança do sector; 30% da transformação mundial de cortiça; 560 M€ volume de negócios anual; 4 000 000 000 de rolhas produzidas anualmente; 8 000 000 m2 de revestimentos vendidos anualmente; 7,5 M€ investidos anualmente em Inovação e I&D; 46 patentes submetidas a registo nos últimos anos; 34 Unidades com certificação FSC.

A Indústria da Cortiça[editar | editar código-fonte]

Portugal é o maior produtor mundial de cortiça e, simultaneamente, detentor da maior área florestal de sobreiro do mundo. A indústria corticeira portuguesa absorve 2,3% do total das exportações portuguesas, emprega cerca de 17 mil pessoas e concentra 70% da transformação mundial de cortiça, sendo que 90% da sua produção se destina à exportação.

Sustentabilidade[editar | editar código-fonte]

A Corticeira Amorim lidera uma atividade económica paradigmática em termos de desenvolvimento sustentável. Ao promover a extração cíclica da cortiça, sem danificar as árvores, a empresa viabiliza o montado de sobro, um recurso natural e renovável, com inúmeros benefícios ambientais, económicos e sociais.

As florestas de sobreiros são importantes sumidouros naturais de CO2, regulam o ciclo hidrológico, protegem contra a erosão e os incêndios e fomentam uma biodiversidade de importância equiparada a regiões como a Amazónia, o Bornéu ou a savana africana.

História[editar | editar código-fonte]

A origem da Corticeira Amorim remonta a 1870, altura em que é fundada uma fábrica para a produção manual de rolhas de cortiça para Vinho do Porto. Em 1922 é constituída a Amorim & Irmãos, a primeira do universo de empresas que atualmente constituem a Corticeira Amorim SGPS, SA.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externasSite oficial][editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.