Dingboche

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stupa perto de Dingboche com o Ama Dablam ao fundo
Vale do Rio Imja pouco acima de Dingboche
Stupa perto do Rio Imja

Dingboche é um vilarejo no vale do rio Imja, dentro do Parque Nacional de Sagarmatha, no noroeste do Nepal. Está situado a uma altitude de cerca de 4530 metros (14 800 pés), e sua população foi estimada em aproximadamente 200 pessoas em 2011.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Dingboche é uma parada popular para os trekkers e montanhistas que sobem as trilhas em direção das montanhas da cordilheira do Himalaia, como o Everest, o Ama Dablam ou o Tse Imja ((en)"Island Peak")).

O rio Imja flui diretamente a leste do vilarejo antes de juntar-se ao rio Khumbu e em seguida ao rio Duth Kosi.[1]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Não existem estradas que deem acesso ao vilarejo, somente trilhas, e com a exceção de alguns produtos agrícolas produzidos ao redor do vilarejo, búfalos e mulas trazem a maior parte do que é consumido localmente.[2]

Para quem vem de Namche Bazaar ou de Tengboche, Dingboche uma melhor alternativa que o vilarejo de Periche, por ser mais ensolado e menos afetado dos ventos gelados que descem pelo vale do Khumbu. Os dois vilarejos estão afastados 30 minutos um do outro.[1] .

Turísmo[editar | editar código-fonte]

O vilarejo depende principalmente do turismo, com diversas pousadas e áreas para o acampar, perfazendo elas a maior parte de Dingboche. As pessoas normalmente costumam passar duas noites para mais bem se aclimatizar-se ao efeito da altitude. [3] antes de reiniciarem a caminhada para localidades mais altas nas montanhas. Dingboche possui uma sala de Internet (utilizando tecnologia de satélite), um heliporto que e utilizado principalmente em situações de emergência, e também um dos salões de bilhar mais altos do mundo.[1] .

Muros de pedras dentro de Dingboche

Uma das caraterísticas de Dingboche são os quilômetros de muros de pedra, construídos utilizando as pedras de diferentes tamanhos que cobrem todo o vale do Imja. Estas pedras são removidas para poder arar o solo, sendo empilhadas uma sobre a outra criando assim quilômetros de muros.

Clima[editar | editar código-fonte]

Dingboche tem verões frescos e chuvosos e invernos frios e secos, sendo afetada principalmente pela sua altitude e pela monção no verão. Para quem vai fazer ‘’trekkings’’ a época ideal é a primavera (março e abril) e o outono (outubro e novembro), épocas em que a visibilidade das montanhas é ideal e a temperatura não muito fria.[4]

Durante o inverno é possível fazer trekking mas a grande maioria das acomodações encontram-se fechadas e o frio e muito intenso.

Referências

  1. a b c Bradley, Mayhew; "Trekking in the Nepal Himalaya"; (2009); 9 edição; p 97 (map) and pp 117-118; Lonely Planet; ISBN 9781741041880.
  2. Shrestha, Vinos Prasad; “Concise Geography of Nepal”; (2007); Mandal Publications; ISBN 9789994655045.
  3. Muza, SR; Fulco, CS; Cymerman, A (2004). "Altitude Acclimatization Guide.". US Army Research Inst. of Environmental Medicine Thermal and Mountain Medicine Division Technical Report (USARIEM-TN-04-05). http://archive.rubicon-foundation.org/7616. Retrieved 2009-03-05
  4. Nepal Weather

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dingboche


Ícone de esboço Este artigo sobre o Nepal é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.