Distúrbios de Los Angeles em 1992

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Distúrbios de Los Angeles
ANG40InfantryDivisionLosAngelesRiot1992.jpg
A Guarda Nacional da Califórnia em um efetivo de 4.000 soldados foi chamada para ajudar a patrulhar as ruas durante os protestos
Período 29 de Abril de 1992 (1992-04-29) – 4 de Maio de 1992 (1992-05-04)
Local Condado de Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Causas Violência policial
Características Distúrbios, protestos, saques, assassinatos, vandalismo
Participantes do conflito
Flag of Los Angeles, California.svg Departamento de Polícia de Los Angeles
Flag of Los Angeles County, California (1967-2004).png Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles
Flag of California.svg Guarda Nacional da Califórnia
Flag of the United States Army.png 40ª Divisão de Infantaria dos Estados Unidos
Flag of the United States Marine Corps.svg Corpo de Fuzileiros Navais de Camp Pendleton
Vândalos
53 mortos e mais de 2.000 feridos
- -

Os distúrbios de Los Angeles em 1992[1] [2] [3] foram desencadeados em 29 de abril de 1992, quando um júri absolveu três brancos e um hispânico, oficiais do Departamento de Polícia de Los Angeles, acusados ​​de agressão filmada contra o motorista negro Rodney King, após uma perseguição em alta velocidade. Milhares de pessoas na área de Los Angeles se revoltaram ao longo dos seis dias após o veredito.[4]

Saques, assaltos, incêndios, assassinatos e danos materiais ocorreram, dando cerca de US$ 1 bilhão de prejuízo. Ao todo, 53 pessoas morreram durante os tumultos e milhares mais foram feridas.[5]

Os tumultos começaram no dia 29 de abril e iniciaram-se na região sul da cidade de Los Angeles, espalhando-se em seguida por toda a região metropolitana do Condado de Los Angeles. Como a polícia local não conseguiu lidar com a situação após quase uma semana de protestos, o Corpo de Fuzileiros Navais e a Guarda Nacional da Califórnia foram chamados para patrulhar as ruas, e, no sexto dia após o início, os tumultos finalmente cessaram. Após o final dos protestos, uma profunda reforma na polícia de Los Angeles foi realizada, o que incluiu a demissão do chefe de polícia, e os policiais envolvidos foram novamente julgados.

Esses distúrbios foram retratados no jogo Grand Theft Auto: San Andreas, jogo que também se passa em 1992. Os distúrbios ocorrem em Los Santos, baseada em Los Angeles. No jogo, os cidadãos também ficam revoltados devido a absolvição de um policial corrupto, e durante os distúrbios, é possível ver vários roubos, assassinatos e incêndios pela cidade.

Referências

  1. The Social Science Journal : Effects of the 1992 Los Angeles civil unrest: Post traumatic stress disorder symptomatology among law enforcement officers. ScienceDirect. Página visitada em August 11, 2010.
  2. Gonorrhea and the 1992 Civil Unrest in Los Angeles. Gateway.nlm.nih.gov. Página visitada em August 11, 2010.
  3. Analysis of the 1992 Los Angeles Civil Unrest. Usc.edu. Página visitada em August 11, 2010.
  4. Staten, Clark (April 29, 1992). Three days of @#!*% in Los Angeles. Emergencynet News Service (ENN). Arquivado do original em September 3, 2007. Página visitada em February 9, 2011.
  5. "The L.A. 53". By Jim Crogan. LA Weekly. April 24, 2002.
Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto América do Norte. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.