Dodecil sulfato de sódio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dodecil sulfato de sódio
Alerta sobre risco à saúde
SDS-2D-skeletal.png
Dodecylsulfate-3D-vdW.png
Nome IUPAC Sodium dodecyl sulfate
Outros nomes Monododecil sulfato de sódio; Lauril sulfato de sódio; Monolauril sulfato de sódio; Dodecanossulfato de sódio; Sal de sódio dos álcool dodecílico hidrogenossulfato ; n-dodecil sulfato de sódio; sal de sódio do éster monododecílico do ácido sulfúrico;
Identificadores
Número CAS 151-21-3
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular NaC12H25SO4
Massa molar 288.38 g mol−1
Densidade 1,1 g·cm–3 (20 °C)[1]
Ponto de fusão

204–207 °C[1]

Ponto de ebulição

380 °C (decomposição térmica)[2]

Solubilidade em água 150 g·l-1 a 20 °C[1]
Riscos associados
Frases R R11, R21/22, R36/37/38
Frases S S26, S36/37
Compostos relacionados
Compostos relacionados Lauril sulfato de amônio
Lauriléter sulfato de sódio
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Dodecil sulfato de sódio (SDS ou NaDS, do inglês sodium dodecyl sulfate) ou lauril sulfato de sódio (SLS, do inglês sodium lauryl sulfate) (fórmula C12H25SO4Na) é um surfactante aniônico.

A molécula tem um ramo de 12 átomos de carbono, ligados a um grupo sulfato, dando a molécula propriedades anfípáticas requeridas por um detergente.

Obtenção[editar | editar código-fonte]

É produzido pela esterificação de ácido sulfúrico com dodecanol (álcool láurico, C12H25OH) seguido pela neutralização com carbonato de sódio.OU HIDROXIDO DE SÓDIO.

Usos[editar | editar código-fonte]

É usado em produtos de uso profissional e doméstico, tanto em escala industrial quanto de produção artesanal, em cosméticos e produtos para a higiene, tais como pastas de dente, xampus, cremes de barbear, algumas aspirinas solúveis e sabonetes líquidos e géis para banho pelo seu efeito espessante e sua habilidade em criar um mousse. Também é usado em produtos de limpeza.

Foi recentemente encontrada uma aplicação como um surfactante em reações de formação de hidrato de gás ou hidrato de metano, aumentando a taxa de formação em até 700 vezes.[3]

Em aplicações laboratoriais, especificamente na área de biologia celular e molecular, o SDS é utilizado na lise celular para extração de ADN e também no desenovelamento de proteínas na técnica de eletroforese SDS-PAGE (separação proteica em gel de poliacrilamida). O composto age rompendo as ligações não-covalentes das proteínas, causando sua desnaturação (alteração na conformação estrutural nativa), deste modo a separação por gel de poliacrilamida não é influenciado pelas formas estruturais distintas entre as proteínas.

Questões de segurança relacionadas ao SLS[editar | editar código-fonte]

Como todos os detergentes surfactantes (incluindo sabões), ele remove óleos da pele, e pode causar irritação nos olhos e na pele.

É provavelmente o mais pesquisado composto surfactante aniônico.

Derivados[editar | editar código-fonte]

SDS pode ser convertido por etoxilação a laureth sulfato de sódio (também chamado lauriléter sulfato de sódio - SLES, do inglês sodium lauryl ether sulfate), o qual é menos agressivo à pele, provavelmente porque não é um denaturante de proteínas tão forte como a substância não etoxilada.

Referências

  1. a b c Registo de Natriumdodecylsulfat na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 17 de Janeiro de 2008
  2. Sicherheitsdatenblatt Merck
  3. Kazuyoshi Watanabe, Shuntaro Imai and Yasuhiko H. Mori. Surfactant effects on hydrate formation in an unstirred gas/liquid system: An experimental study using HFC-32 and sodium dodecyl sulfate. Department of Mechanical Engineering, Keio University, 3-14-1 Hiyoshi, Kohoku-ku, Yokohama 223-8522. Japan.Chemical Engineering Science. Volume 60, Issue 17, September 2005, Pages 4846-4857. Abstract (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]