Donatella Versace

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Donatella Versace
Nome completo Donatella Versace
Nascimento 2 de maio de 1959 (55 anos)
Reggio Calabria,  Itália
Nacionalidade Italiana
Fortuna US$ 200 milhões
Ocupação Estilista

Donatella Versace (Reggio Calabria, 2 de maio de 1955) é uma estilista italiana da grife de moda Versace, que foi herdada por sua filha, Allegra Versace, do irmão de Donatella, Gianni Versace, após o trágico assassinato deste no ano 1997, em Miami.[1] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Donatella Versace nasceu em Reggio na região da Calábria, no sul de Itália no dia 2 de Maio de 1959, a mais nova de 4 irmãos, sendo que uma das irmãs, Tina faleceu por volta dos 12 anos de idade. É proveniente de uma família conservadora, sendo o seu pai um gestor privado financeiro da aristocracia italiana. No entanto Donatella afirma que a sua mãe, Francesca, era mais rígida que o seu pai. Francesca tinha um atelier de costura, razão pela qual, algum do interesse em moda de Donatella e do seu irmão surgiu. O seu irmão, Gianni Versace, tinha mais dez anos do que Donatella. Gianni Versace após estudar arquitetura, ingressou no mundo da moda em Milão, e segundo Donatella numa entrevista para a Vogue, o seu irmão incentivou-a a rebelar-se e a nomeadamente alourar o cabelo. No início da década de 80, Gianni abriu a sua própria marca, Versace. Donatella e o seu irmão funcionaram como dupla durante a década de 80 e 90, sendo Donatella, conselheira crítica e fonte de inspiração para Gianni. Os dois irmãos ganharam enorme relevância no mundo da moda, e segundo relatos, a parceria dos dois sempre foi muito eficiente e também agitada, sendo conhecidas as suas discussões. Donatella afirma também, que sempre desafiou o seu irmão a fazer peças mais ousadas. Durante a sua pareceria, criaram alguns dos mais icônicos anúncios do mundo da moda, recorrendo a fotografias com várias modelos, e a campanhas publicitárias com celebridades como Madonna ou Prince. No dia 15 de Julho de 1997, Gianni Versace foi morto em Miami. Após a sua morte, Donatella assumiu o cargo de head-designer da marca, no entanto só detém 20% da companhia, sendo os restantes 30% do seu irmão e 50% da sua filha Allegra. A sua escolha como líder da Versace, a princípio pareceu duvidosa devido à sua figura polêmica e exótica, mas, com o passar dos tempos, mostrou ter sido a mais acertada para o sucesso do empreendimento. O seu primeiro desfile de alta costura foi realizado um ano e três dias após a morte do seu irmão, sobre a piscina do Hotel-Ritz em Paris, marcando a inauguração do Atelier Versace. Donatella é uma designer radical e muito eficiente, fazendo coleções para a marca Versus (dentro da Versace), para a Versace, e para o Atelier Versace (subdivisão de alta costura). Durante a realização dos seus desenhos, Donatella diz ser muito influenciada pela música. Tem obtido resultados muito mais proveitosos do que na época da Administração de Gianni. Donatella promove eventos de moda que contam invariavelmente com a presença de grandes celebridades mundiais, muitos dos quais patrocinam as inúmeras instituições filantrópicas das quais a estilista é defensora.

É apontada como uma das personalidades que aderiram à cirurgia plástica e não obtiveram bons resultados. Donatella fez, entre vários procedimentos estéticos, o preenchimento de lábios e a aplicação de colágeno no rosto, o que acabou por deixá-la com aspectos de deformidade e com uma fisionomia bastante diferente da que possuía anteriormente.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.