Dumá (filho de Ismael)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dumá (o aramaico para "silêncio") foi o sexto filho de Ismael, o filho de Abraão e Agar.

Referências bíblicas[editar | editar código-fonte]

As gerações de Ismael são a nona registrada no livro de Gênesis. Em Gênesis (21:18), o anjo de Deus promete a Agar e Abraão que sua semente faria uma grande nação e em Gênesis (17:20), está registrado que Ismael gerou 12 filhos, os ancestrais das 12 tribos. Dumá é o sexto filho de Ismael e é mencionado em Gênesis (25:14) e I Crônicas (1:30).

A tribo de Dumá[editar | editar código-fonte]

No livro de Isaías (21:11), Dumá é mencionado no contexto de Seir, que foi associado com o território de Edom, na região do Negev. Tentativas para se localizar a tribo denominada para e descendentes de Dumá produziram várias identificações possíveis. Uma Dumá (Deir ad-Duma) nas proximidades de Hebrom, que é mencionada em Josué (15:52) é uma possibilidade. No entanto, de acordo com Geoffrey Bromiley, o oráculo sobre Dumah em Isaías (21:11 h) parece ser mais adequada a um lugar na Arábia, sugerindo que o local de Dumat al-Jandal seja o candidato mais provável. Hoje conhecida como Al-Jawf, nos tempos antigos é mencionada em inscrições dos monarcas assírios como Adummatu e é descrita como "uma fortaleza da Arábia", "situada no deserto ", que foi destruída pelas forças de Senaqueribe.

Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.