Edom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Reino de Edom ca. 830 a.C.

Edom (em hebraico: אֱדוֹם, hebraico moderno: Edom, tiberiano: Edom, "vermelho"; assírio: Udumi; siríaco: ܐ ܕ ܘ ܡ; grego: Ἰδουμαία, Idoumaía; latim: Idumæa ou Idumea) foi um reino ao sul da Jordânia no primeiro milênio a.C na Idade do Ferro. A região tem muito arenito avermelhado, que pode ter dado origem ao nome.

Edom na antiguidade[editar | editar código-fonte]

Edom (hebreu : אֱדוֹם, Edom, ʾĔḏôm, "vermelho") é um nome dado a Esaú na Bíblia Hebraica, bem como à nação descendente dele. O nome da nação em assírio foi Udumi; em siríaco ܐܕܘܡ; em grego Ἰδουμαία, Idoumaía, e em latim, Idumæa ou Idumea, de onde vem o termo português Idumeia.

Os edomitas foram um grupo tribal vizinhos de Judá ao sul, de língua semítica habitantes do Deserto de Negev e do vale de Arabá do qual é hoje o sul do Mar Morto e vizinho ao Jordão. A região tem muitos arenitos avermelhados, o que pode ter levado à origem do nome "Edom". A nação de Edom é conhecida por ter sobrevivido aos séculos IX-VIII a.C., e a Bíblia o data muitos séculos antes desses. Provas arqueológicas recentes podem indicar uma nação edomita tão antiga quanto ao XI a.C.. A nação deixou de existir no decorrer das Guerras judaico-romanas.