Monte Seir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Monte Seir (hebraico:הַר-שֵׂעִיר‎; Har Se'ir) formava a fronteira sul-leste de Edom e Judá, e também pode repercutir a antiga e histórica fronteira do Egito e Canaã[1] . Ele foi a região montanhosa repartida aos descendentes de Esaú, os Edomitas. O Monte Seir é especificamente observado como o lugar em que Esaú construiu sua casa (Gênesis 36:8; Josué 24:4), e onde os israelitas teriam rodeado antes de entrarem na Terra Prometida (Deuteronômio 2:1). Ele foi nomeado para Seir, o horeu, cujos filhos habitavam a terra (Gênesis 36:20). Os filhos de Esaú lutaram contra os horeus e os destruíram (Deuteronômio 2:12).

Monte Seir também é denominado como o local onde os remanescentes "dos amalequitas que haviam escapado" foram aniquilados por quinhentos Simeonitas (1 Crônicas 2:42-43).

O Monte Seir também é citado em Ezequiel 35:10 ("Uma Profecia Contra Edom").

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. GoogleBooks Nationalism and Ethnosymbolism: History, Culture and Ethnicity in the ...By Steven Elliott Grosby

Ligações externas[editar | editar código-fonte]