EMD AEM-7

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
EMD AEM-7
EMD AEM-7
Uma AEM-7 na estação Union Station em Washington DC.
Propulsão
Projetista Allmänna Svenska Elektriska Aktiebolaget (ASEA)
Fabricante Electro-Motive Division
Ano de fabricação 1978 - 1988
Locomotivas fabricadas 65
Classificação AAR B-B
Tipo de Serviço Transporte de passageiros
Bitola 1,435 mm
Comprimento 15,54 m
Peso da locomotiva 101 ton
Tipo de combustível Eletricidade
Tensão 11,000 V AC, 25 Hz
11,000-13,500 V AC, 60 Hz
25,000 V AC, 60 Hz
Tipo de captação de energia Pantógrafo
Tipo de pantógrafo Duplo Corrente Alternada
Velocidade máxima 201 km/h no Corredor Nordeste e 177 km/h para trens de longa distância
Potência total 7,000 hp (5,2 MW)
Ferrovias Originais Amtrak
Ferrovias que operou MARC e SEPTA
Apelidos (Toasters) Torradeira; (Swedish Meatballs) Almôndega Sueca e (Mighty Mouse) Poderoso Rato
Local de operação Corredor Nordeste, entre Washington DC e Boston
Data de entrega 1978
Ano da entrada em serviço 1979
Situação Em operação

A EMD AEM-7 foi uma locomotiva fabricada pala empresa Electro-Motive Division (EMD), possuía configuração Bo-Bo (Classificação UIC Simplificada Britânica), Bo'Bo' (Classificação UIC) e B-B (Classificação AAR). Com uso exclusivo nos Estados Unidos no Corredor Nordeste, entre Washington DC e Boston e ainda no Corredor Keystone, entre Philadelphia e Harrisburg na Pennsylvania.

Construída de 1978 a 1988, no Departamento Mecânico Boston da Amtrak, que também é conhecido como "Meatballs" e no Departamento Mecânico Washington conhecido como ASEA. A maioria das partes e componentes foram desenvolvidos na Suécia pela ASEA (Allmänna Svenska Elektriska Aktiebolaget), fundida com a ABB em 1988. Os aficcionados por ferrovias e locomotivas chamam a AEM-7 como "torradeira", referindo-se ao formato de caixa da locomotiva.

História[editar | editar código-fonte]

Na metade dos anos de 1970 a Amtrak viu a necessidade de substituir a famosa locomotiva elétrica PRR GG1 da Pennsylvania Railroad. Os modelos da Europa foram considerados base para o novo projeto, e duas delas foram escolhidas para a análise em 1977. A primeira um modelo francês chamado Classe CC 21000 e o outro um sueco chamado Rc4. A Amtrak escolheu o modelo sueco, que se tornou base para a AEM-7. A Amtrak solicitou primeiro 30 locomotivas AEM-7 em 1977, e mais 17 adicionais em 1980.

Produção[editar | editar código-fonte]

Em 1978 a EMD iniciou a produção. Os chassis vieram da empresa Budd, com a elétrica, os truques e as partes mecânicas da Suécia. A primeira AEM-7 (900) foi entregue a Amtrak e entrou em serviço no ano de 1979. Entre 1980 e 1982, 46 novas AEM-7 (901-946) também entraram em serviço. Isto ajudou na remoção das últimas GG1 do serviço regular. A Amtrak solicitou mais 7 em 1987, que foram completadas em 1988.

Detalhes Técnicos[editar | editar código-fonte]

A locomotiva AEM-7 pesa somente 101 toneladas, enquanto que a GG1 tinha 238 toneladas. Com todo o peso nos oito rodeiros, a AEM-7 tinha muitos cavalo-vapors de força (70 cv/ton), unido a um sofisticado sistema de controle de rodas.

Acidentes[editar | editar código-fonte]

Em 4 de janeiro de 1987, as locomotivas nº 900 e 903 foram destruídas em uma colisão fatal com um trem da ferrovia Conrail, este um trem de carga, em Maryland. A locomotiva nº 913 foi muito danificada em um incêndio em novembro de 2000, e foi removida do serviço ativo em fevereiro de 2003. A nº 930 foi danificada em um incêndio em Elkton (Maryland) no dia 29 de junho de 2003. Em 8 de julho do mesmo ano a locomotiva nº 922 foi também seriamente danificada, e a locomotiva nº 910 pegou fogo em 5 de outubro de 2007.

Operações Atuais[editar | editar código-fonte]

Atualmente existem 51 locomotivas AEM-7 na malha ferroviaria da Amtrak, do nº 901 ao nº 953, exceto a 903 e a 913. Em adição a Amtrak, a MARC e a SEPTA também operam AEM-7 em serviço comutativo, com 4 e 7 unidades respectivamente. Devido a atualização do Corredor Keystone a Amtrak iniciou a elitrificação "empurra-puxa" no serviço de trens de Keystone, com a AEM-7 iniciando de leste e finalizando a oeste.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]