ETEP Faculdades

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
ETEP
Escola Técnica professor Everardo Passos
Fundação 1959
Tipo de instituição Instituição Privada
Cidade São José dos Campos
Estado São Paulo
Cursos Técnicos Técnico em Eletrônica, Técnico em Informática Industrial, Técnico em Mecânica, Técnico em Mecatrônica, Técnico em Web Design
Site http://www.etep.edu.br

A Escola Técnica Professor Everardo Passos (ETEP) é designação original de uma instituição de ensino profissional mantida por uma fundação de direito privado, localizada em São José dos Campos, no estado de São Paulo, que, desde a sua fundação, oferece cursos técnicos. Atualmente, a mantenedora adota o nome ETEP Faculdades e oferece cursos de educação profissional técnica de ensino médio e cursos de ensino superior (graduação) de tecnologia e de engenharia.

História[editar | editar código-fonte]

Como escola técnica, iniciou as suas atividades em 1956 a partir da ação de um grupo de integrantes do Rotary Club de São José dos Campos, que criou a Associação Joseense de Ensino (AJE).[carece de fontes?] A AJE implantou uma escola industrial de primeiro grau (ou Ginásio Industrial). O nome da escola é uma homenagem ao professor Everardo Miranda Passos (1905-1965), um dos idealizadores da mesma.

Em 1958 a AJE criou a ETEP - Escola Técnica "Professor Everardo Passos" que iniciou as suas atividades em 1959, oferecendo, desde sua criação, o Ensino Técnico articulado com o Ensino Médio.[carece de fontes?]

Paralelamente, em 1968 foi criada a EEI - Escola de Engenharia Industrial que oferece o curso de Engenharia Industrial Mecânica e a partir de 1987 a FACAP - Faculdade de Ciências Aplicadas que oferece aos alunos habilitação em Ciências com Licenciatura Plena em Física ou Matemática.

Em virtude da relevância que tinha o ensino técnico e da configuração da política desenvolvida tanto pelo Ministério da Educação, quanto pela Secretaria da Educação de São Paulo, a ETEP recebia subsídios públicos que garantiam a mesma possibilidade de manter o caráter gratuito de seus cursos técnicos. Este quadro passou a mudar a partir do início da década de 1980. Houve uma forte restrição dos recursos, acompanhada de incertezas quanto a continuidade do financiamento o que apontou para a possibilidade da transferência da escola para o controle do governo do estado de São Paulo. A partir de 1981 os recursos públicos passaram a ser destinados na forma de um número limitado de bolsas de estudo. Deste modo, a escola fez um levantamento sócio-econômico dos seus alunos, distribuindo as bolsas para os considerados de menor poder aquisitivo, passando a cobrar mensalidades dos demais alunos. Além disso, para reduzir despesas, diversos professores foram dispensados.[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]