Eclusa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eclusa em operação na Hidrovia Tietê - Paraná.
Eclusa de Barra Bonita em enchimento.
Uma eclusa no Canal do Panamá.

Eclusa é uma obra de engenharia hidráulica que permite que embarcações subam ou desçam os rios ou mares em locais onde há desníveis (barragem, quedas de água ou corredeiras).

Princípio de funcionamento[editar | editar código-fonte]

Eclusas funcionam como degraus ou elevadores para navios: há duas comportas separando os dois níveis do curso d'água. Quando a embarcação precisa subir o rio ela entra na eclusa pelo lado jusante e permanece na câmara. A comporta de jusante é então fechada e a câmara enchida com água, causando a elevação da embarcação até que se atinja o nível do reservatório superior. A partir desse momento, a comporta de montante pode ser aberta e a embarcação sai da eclusa.[1]

Quando a embarcação precisa descer o rio ela entra na câmara pelo lado montante da eclusa. A seguir, fecha-se a comporta de montante e esvazia-se gradualmente a câmara até que se atinja o nível do reservatório inferior. A porta de jusante é aberta e a embarcação sai da eclusa. As operações de enchimento e esvaziamento da câmara são geralmente feitas por gravidade com a ajuda de pequenas comportas e válvulas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Como funciona uma eclusa? Mundo Estranho,Editora Abril. Visitado em 24 de agosto de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Eclusa