Eleições legislativas na Abecásia (2007)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Abkhazia.svg

As eleições legislativas na Abecásia de 2007 decorreram em duas voltas, respectivamente a 4 de Março e 18 de Março de 2007.

Foram organizadas 189 secções de voto.[1] para eleger 35 membros parlamentares.

A Abecásia é uma República do Cáucaso autodeterminada. Fica a Norte da Geórgia, de quem se declarou independente após a guerra civil de 1992-1993, a qual destruiu a economia do país. Disputa a independência com aquele país desde então.

Candidatos por etnia[editar | editar código-fonte]

  • 92 abecases
  • 10 arménios
  • 5 georgianos
  • 4 russos
  • 1 ucraniano

Sergei Bagapsh, o Presidente da Abcásia, enfatizou a necessidadede haver uma multietnicidade parlamentar, onde todas as minorias estivessem representadas. Também chamou a atençãopara o assunto predominante da campanha, o reconhecimento internacional para o de facto estado independente.[2]

Partidos políticos participantes[editar | editar código-fonte]

Apoio ao presidente Bagapsh[editar | editar código-fonte]

  • Abcásia Unida
  • Aytayra
  • Amtsakhara

Apoio ao vice-presidente Raul Khadjimba (oposição)[editar | editar código-fonte]

  • Forum do Povo Unido da Abcásia

Sem filiação governamental[editar | editar código-fonte]

  • Partido Comunista da Abecásia
  • União dos Cidadãos Russos

4 de Março[editar | editar código-fonte]

Na Primeira Volta das Eleições foram eleitos 18 dos 35 assentos parlamentares. Participaram cerca de 47.25% dos cerca de 130.000 eleitores registados.[3] Nem a Geórgia nem a União Europeia reconheceram estas eleições,citando a falta de participação dos refugiados da Georgia.[4]

18 de Março[editar | editar código-fonte]

Na Segunda Volta das Eleições foram eleitos os restantes 17 deputados para o Parlamento da Abcásia.

Resultados totais[editar | editar código-fonte]

28 dos 35 candidatos eleitos eram apoiantes do Presidente Sergei Bagapsh, que se revelou o grande vencedor deste sufrágio, enquanto que os restantes 7 foram distribuídos pelas forças da oposição.[1]

A distribuição por etnias foi feita da seguinte forma[2]

  • 26 abcases
  • 3 russos
  • 3 arménios
  • 2 georgianos
  • 1 turco

Referências