Eliminação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

1 - Em química, uma reacção de eliminação é um tipo de reacção orgânica em que dois substituintes são retirados de uma molécula. Uma classe importante de reacções de eliminação é constituída pelas reacções de halogenetos de alquilo (ou de alcanos com bons grupos migrantes) com bases de Lewis, originando alcenos

2 - Em arquivística o termo eliminação é utilizado para designar o ato de destruição (física, química ou eletrônica) dos documentos descartados no processo de avaliação documental.

3 - Em engenharia do ambiente o termo eliminação consiste numa operação que visa dar um destino final adequado aos resíduos nos termos previstos na legislação em vigor[1] nomeadamente:

  • Deposição sobre o solo ou no seu interior, por exemplo em aterro sanitário;
  • Tratamento no solo, por exemplo biodegradação de efluentes líquidos ou de lamas de depuração nos solos;
  • Injecção em profundidade, por exemplo injecção de resíduos por bombagem em poços, cúpulas salinas ou depósitos naturais;;
  • Lagunagem, por exemplo descarga de resíduos líquidos ou de lamas de depuração em poços, lagos naturais ou artificiais;
  • Depósitos subterrâneos especialmente concebidos, por exemplo deposição em alinhamentos de células que são seladas e isoladas umas das outras e do ambiente;
  • Descarga em massas de águas, com excepção dos mares e dos oceanos;
  • Descarga para os mares e ou oceanos, incluindo inserção nos fundos marinhos;
  • Tratamento biológico não especificado;
  • Tratamento físico-químico não especificado;
  • Incineração em terra;
  • Incineração no mar;
  • Armazenagem permanente, por exemplo armazenagem de contentores numa mina.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.