Entada gigas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaEntada gigas
Ilustração contida na obra Natürliche Pflanzenfamilien. Vol. III, 3 de Paul Hermann Wilhelm Taubert

Ilustração contida na obra Natürliche Pflanzenfamilien. Vol. III, 3 de Paul Hermann Wilhelm Taubert
Classificação científica
Reino: Plantae
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Género: Entada
Espécie: E. gigas
Nome binomial
Entada gigas
(L.) Fawc. & Rendle[1]
Favas-do-mar: sementes de E. gigas.
Árvores recobertas por lianas de E. gigas.

Entada gigas (L.) Fawc. & Rendle é uma liana lenhosa pertencente à família Fabaceae cujas sementes flutuantes são conhecidas por fava-do-mar (nos Açores) ou coração-do-mar. A planta é nativa da América Central, das Caraíbas, norte da América do Sul e de algumas regiões da África tropical.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A espécie é notável por produzir as maiores vagens da família das leguminosas[2] , as quais podem atingir 12 cm de largura e até 2 m de comprimento.

Cada vagem contém entre 10 e 15 sementes, cada uma delas com um diâmetro de 6 cm e uma espessura de 2 cm[3] . Cada semente contém uma cavidade oca e cheia de ar que lhe confere flutuabilidade.

Arrastadas pelos rios para o mar, as sementes de E. gigas são arrastadas pelas correntes oceânicas, transformando-se em favas-do-mar. As sementes mantêm a sua viabilidade e flutuabilidade por mais de dois anos[4] .

Notas

  1. Entada gigas (L.) Fawc. & Rendle Germplasm Resources Information Network. United States Department of Agriculture (1997-05-22). Página visitada em 2009-04-01.
  2. Arbel, Ilil. Amazing Plants. [S.l.]: Courier Dover Publications, 2004. p. 27. ISBN 9780486433363
  3. Kaplan, Eugene H.. A Field Guide to Southeastern and Caribbean Seashores: Cape Hatteras to the Gulf Coast, Florida, and the Caribbean. [S.l.]: Houghton Mifflin Harcourt, 1988. p. 148. ISBN 9780395975169
  4. Loewer, H. Peter. Seeds: the Definitive Guide to Growing, History, and Lore. [S.l.]: Timber Press, 2005. p. 66.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]