Escrita limbu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Limbu (Abugida)
Falado em: Nepal e Índia
Região: Nepal e nordeste da Índia
Total de falantes:
Família: Protossinaíïtico
 Fenício
  Aramaico
   Brāhmī (há dúvidas sobre essa origem)
    Gupta
     Siddhaṃ
      Tibetana
       Lepcha
        Limbu (Abugida)
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

História[editar | editar código-fonte]

A Escrita Limbu, conforme antigos relatos, teria sido inventada ao final do século IX pelo Rei Sirijonga Haang, caindo depois em desuso, para ser revitalizada no século XVIII pelo estudioso Te-ongsi Sirijunga Xin Thebe.

As línguas limbu, lepcha e newari são as únicas línguas sino-tibetanas do Himalaia central a ter sua própria escrita. (Sprigg 1959: 590), (Sprigg 1959: 591-592 & MS: 1-4) atestou que a escrita Kiranti ou Limbu foi desenvolvida durante o período de expansão do Budismo em Siquim no início do século XVIII, quando o reino Limbuwan ainda era parte do território siquimês. Essa escrita Limbu-Kiranti teria nascido aproximadamente na mesma época em que a escrita lepcha foi criada pelo Rei de Siquim, Phyag-rdor Nam-gyal (~ 1700-1717). Sua invenção é atribuída ao herói Limbu Te-ongsi Sirijunga (significadp: Sirijonga Reencarnado; refer. a Sirijonga Haang) que for a assassinado pelos monges Tasong em conspiração com o Rei de Siquim, quando o rei do Nepal era Simah Pratap Shah (11 Janeiro 1775 a 17 Novembro 1777; Stiller 141,153). Tanto Limbu-Kiranti e Lepcha foram ostensivamente desenvolvidas com objetivo de facilitar a expansão do Budismo. Enfim, Sirijanga foi um Limbu Budista que estudou com elevados Lamas de Siquim e recebeu o título de 'o Lama Dorge de Yangrup'.

A língua e a escrita foram influenciadas pelas escritas Tibetana e Devanagari. De forma diversa das outras escritas Brahmicas, ela não tem caracteres independentes para vogais, pois usa uma letra com vogal inerente (abugida). Left

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Como em todos abugidaa, uma letra básica representa tanto uma consoante como sua vogal inerente ou “default”. Em língua limbu essa vogal inerente é /ɔ/.

Letra IPA Notas
/kɔ/
/kʰɔ/
/ɡɔ/
/ɡʱɔ/
/ŋɔ/
/cɔ/
/cʰɔ/
/ɟɔ/
/ɟʱɔ/ Obsoleta no Limbu moderno
/ɲɔ/ Obsoleta no Limbu moderno
/tɔ/
/tʰɔ/
/dɔ/
/dʱɔ/
/nɔ/
/pɔ/
/pʰɔ/
/bɔ/
/bʱɔ/
/mɔ/
/jɔ/
/rɔ/
/lɔ/
/wɔ/
/ʃɔ/
/ʂɔ/ Obsoleta no Limbu moderno.
/sɔ/
/hɔ/

Para alterar a vogal inerente à consoante, um diacrítico é adicionado. Aqui mostrado na consoante /k/ ():

Letra IPA
ᤁᤡ /ki/
ᤁᤣ /ke/
ᤁᤧ /kɛ/
ᤁᤠ /ka/
ᤁᤨ /kɔ/
ᤁᤥ /ko/
ᤁᤢ /ku/
ᤁᤤ /kai/
ᤁᤦ /kau/

ᤁᤨ representa o mesmo que . Alguns escritoires não usam o diacrítico por ser redundant.

Grupos de consoantes iniciando palavras são escritos com pequenas marcas seguindo a consoante principal:

Letra IPA
ᤁᤩ /kjɔ/
ᤁᤪ /krɔ/
ᤁᤫ /kwɔ/

Consoante no fim de palavras e após vogais curtas são escritas comoutro tipo de marcações, exceto quando de certas consoantes finais que aparecem em palavras externas à língua. Seguem as marcas de grupos de consoantes, se houver.

Letra IPA
ᤁᤰ /kɔk/
ᤁᤱ /kɔŋ/
ᤁᤳ /kɔt/
ᤁᤴ /kɔn/
ᤁᤵ /kɔp/
ᤁᤶ /kɔm/
ᤁᤷ /kɔr/
ᤁᤸ /kɔl/

Vogais logas sem uma consoante final após as mesmas são escritas com um diacrítico chamado kemphreng:

Letra IPA
ᤁ᤺ /kɔː/
ᤁᤡ᤺ /kiː/
ᤁᤣ᤺ /keː/
ᤁᤧ᤺ /kɛː/
ᤁᤠ᤺ /kaː/
ᤁᤨ᤺ /kɔː/
ᤁᤥ᤺ /koː/
ᤁᤢ᤺ /kuː/

Há dois sistemas para escrever vogais longas em sílabas com consoantes final. Um dos sistemas simplesmente combina o kemphreng e a marca de consoante final:

Letra IPA
ᤁ᤺ᤰ /kɔːk/
ᤁ᤺ᤱ /kɔːŋ/
ᤁ᤺ᤳ /kɔːt/
ᤁ᤺ᤴ /kɔːn/
ᤁ᤺ᤵ /kɔːp/
ᤁ᤺ᤶ /kɔːm/
ᤁ᤺ᤷ /kɔːr/
ᤁ᤺ᤸ /kɔːl/

Ou outro sistema consiste em escrever a consoante final com a letra básica e ainda com um diacrítico que marca isso e também consoante final, e a vogal precedente é alongada:

Letra IPA
ᤁᤁ᤻ /kɔːk/
ᤁᤅ᤻ /kɔːŋ/
ᤁᤋ᤻ /kɔːt/
ᤁᤏ᤻ /kɔːn/
ᤁᤐ᤻ /kɔːp/
ᤁᤔ᤻ /kɔːm/
ᤁᤖ᤻ /kɔːr/
ᤁᤗ᤻ /kɔːl/

Esse mesmo diacrítico pode ser usado para marcar consoantes finais em palavras de origem estrangeira que não têm forma final em Limbu, o que não depende do comprimento da vogal.

A glotalização é marcada pelo sinal chamado mukphreng.

IPA
ᤁ᤹ /kɔʔ/

Unicode[editar | editar código-fonte]

Ver U+1900–U+194F A classificação Unicode para Limbu é U+1900–U+194F. Grey

Fontes[editar | editar código-fonte]

O MPH 2B Damase incluído em Windows 7 suporta a escrita Limbu.[1]

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]