Estádio Municipal Anacleto Campanella

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anacleto Campanella
Estádio Anacleto Campanella
Saocateano1.jpg
Anacleto Campanella em dia de jogo.
Nomes
Nome Estádio Anacleto Campanella
Antigos nomes Estádio Municipal Lauro Gomes de Almeida
Características
Local São Caetano do Sul, SP, Brasil
Gramado Grama natural (110 x 75m)
Capacidade 16.744 pessoas
Construção
Inauguração
Data 2 de janeiro de 1955
Partida inaugural São Bento 1 x 0 XV de Piracicaba
Primeiro gol Gilmar (São Bento)
Último Jogo
Recordes
Público recorde 19.805 pessoas
Data recorde 9 de dezembro de 2001
Partida com mais público São Caetano 2 x 1 Atlético MG
Outras informações
Remodelado 1989, 2007, 2008
Proprietário Prefeitura de São Caetano do Sul
Administrador Prefeitura de São Caetano do Sul
Mandante São Caetano
Visão do estádio

O Estádio Municipal Anacleto Campanella é um estádio de futebol brasileiro que pertence à prefeitura de São Caetano do Sul, São Paulo. É utilizado pela Associação Desportiva São Caetano e atualmente tem capacidade para 10.000 pessoas devido a demolicão da arquibancada amarela.

História[editar | editar código-fonte]

Jogo histórico marcou a o estádio em 13 de janeiro de 1955, quando o São Bento (clube que era resultado da fusão do São Caetano Esporte Clube e do Comercial FC da Capital).

Alguns acreditam que essa foi a partida que marcou a inauguração do Estádio Anacleto Campanella, mas o primeiro jogo do estádio foi no dia 2 de janeiro de 1955 em jogo contra o XV de Piracicaba.

Ficha técnica desta partida
  • CORINTHIANS 3 x 2 SÃO BENTO
  • Data: 13 de janeiro de 1955
  • Local: Estádio Anacleto Campanella
  • Renda: Cr$ 152.705,00
  • Juiz: João Etzel
  • Gols: Nonô aos 2 min, Nelsinho aos 4 min, Nardo aos 62 min e 63 min e Ruiz aos 87 min.
  • Corinthians: Gilmar (Cerri); Homero e Alan; Olavo (Riveti), Goiano (Walmir) e Roberto (Clóvis); Cláudio (Carbone) (Zezé), Luizinho (Gatão) (Carbone), Baltazar (Paulo), Rafael (Nardo) e Nonô (Simão).
  • São Bento: Narciso (Fábio); Elídio e Lamparina (Jorge); Ruiz, Savério (Rubens Almeida) (Brandão) e Diogo (Wallace); Sampaio (China), Bota, Zé Carlos (Gibi), Dema (Elson) e Nelsinho (Carlinhos).
Reformas

Em 1989 houve uma grande reforma no estádio, para poder ser usado pelo São Caetano, clube que estava começando a disputar campeonatos.

De novembro de 2007 a maio de 2008, passou por reformas estruturais, com isso ficou 6 meses sem jogo. Na reinauguração no dia 30 de maio de 2008 o São Caetano venceu o Vila Nova por 1 a 0 jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Em 2012 a Prefeitura demoliu a Arquibancada Amarela do estádio, que estava interditada desde o Campeonato Paulista de Futebol de 2007, reduzindo a capacidade em 4.600 lugares. Estima-se que até o final de 2012 o Estadio ganhe mais 4.600 com a reconstrução da nova arquibancada, e esta em ritmo acelerado fechando para 20.600 lugares , A nova arquibancada será em alvenaria e contará com novos assentos na parte superior. Com a reforma o estadio será uns dos melhores do ABC atrás apenas do Estádio 1º De Maio em São Bernardo do Campo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.