Esporte Clube Santo André

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo André
Santo Andre escudo.png
Nome Esporte Clube Santo André
Alcunhas Ramalhão
Dono do ABC
Campeão Nacional
Torcedor/Adepto Ramalhino
Mascote João Ramalho
Fundação 18 de setembro de 1967 (47 anos)
como Santo André F.C.
10 de janeiro de 1974 (41 anos)
como E.C. Santo André
Estádio Bruno José Daniel
Capacidade 7.000 Pessoas
Localização BrasaoSantoAndre.svg Santo André, São Paulo SP, Brasil Brasil
Presidente Brasil Jairo Aparecido Livólis
Treinador Brasil Ivan Izzo
Material esportivo Itália Kappa
Competição São Paulo Campeonato Paulista - Série A2
São Paulo Copa Paulista
São Paulo A2 2014
São Paulo CP 2014
6º Colocado
Campeão
São Paulo A2 2013
Brasil CB 2013
Brasil D 2013
São Paulo CP 2013
13º Colocado
46º Colocado
16º Colocado
17º Colocado
São Paulo A2 2012
Brasil C 2012
14º Colocado
18º colocado (rebaixado)
Ranking nacional Red Arrow Down.svg (10) 48º lugar, 2.832 pontos
Website Esporte Clube Santo André
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Esporte Clube Santo André, também conhecido como Ramalhão, é um clube brasileiro de futebol da cidade de Santo André, no estado de São Paulo. Fundado em 18 de Setembro de 1967, suas cores são o azul e branco.

Tem como sua maior conquista o título nacional da Copa do Brasil de 2004, obtido após uma memorável vitória na final sobre o Flamengo no Maracanã, no Rio de Janeiro, por 2 a 0.

Atualmente disputa a Série A2 do Campeonato Paulista e a Copa Paulista.

História[editar | editar código-fonte]

Antes da criação do Esporte Clube Santo André, a cidade não tinha tradição em futebol profissional. Quando o Corinthians Futebol Clube parou em 1961, havia um grande sentimento de se ter uma equipe que realmente representasse a cidade. Então, em 1967, nascia o Santo André Futebol Clube. A equipe tinha as cores de Santo André e utilizava um detalhe do brasão em seu escudo.

Na data de fundação do Esporte Clube Santo André, o que se tinha era a esperança de se criar um clube que rivalizasse com os principais expoentes do futebol paulista, como Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, entre tantas outras cidades que brilhavam com seus representantes, o que motivou a criação do time da própria cidade. A ideia surgiu na Liga de Futebol, do presidente da entidade, Wigand Rodrigues dos Santos. Ganhou corpo, evoluiu, e foi sacramentada após os esforços de Acyr de Souza Lopes, que cedeu jogadores de sua metalúrgica, culminando a fundação do clube.

O lançamento oficial do Santo André Futebol Clube como clube profissional, ocorreu em 20 de janeiro de 1968, no Paço Municipal de Santo André, com muita festa. Em 22 de março de 1975, o Santo André Futebol Clube passou a chamar-se Esporte Clube Santo André, nome que é utilizado até os dias de hoje. Foram trocadas também as cores do uniforme. O verde e amarelo deu lugar ao azul e branco.

Fatos marcantes[editar | editar código-fonte]

Em1984, pela primeira vez o Santo André participou da primeira divisão do Campeonato Brasileiro e fez boa campanha terminando em 10º lugar.[1]

Vinte anos depois, atingiu a sua maior glória. Após eliminar clubes poderosos como Atlético-MG e Palmeiras, o time do Grande ABC chegou à final da Copa do Brasil e conquistou o título ao derrotar o Flamengo por 2 a 0 no Maracanã.[2]

Por ser o campeão da Copa do Brasil de 2004, o time ganhou o direito de disputar a Copa Libertadores da América de 2005 (pela primeira vez). Mas foi eliminado na fase de grupos, e mesmo assim conseguiu aplicar a maior goleada da competição, 6 a 0, sobre o Deportivo Táchira.[3]

Em 2008, ao classificar-se como vice-campeão do Campeonato Brasileiro da Série B, o Esporte Clube Santo André voltou à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro depois de vinte e quatro anos, e foi rebaixado em 2009.

No 1º semestre de 2010, fez sua melhor campanha de sua história no Campeonato Paulista, onde foi vice campeão, perdendo o primeiro jogo para o Santos por 3 a 2, e vencendo o segundo jogo pelo mesmo placar, porém no critério do desempate o melhor time da primeira fase seria o campeão.

Na Copa Paulista de 2014, o Santo André sagra-se campeão paulista pela segunda vez em cima do Botafogo de Ribeirão Preto. No primeiro jogo da decisão, jogando no Estádio Anacleto Campanella, as duas equipes empataram por 1-1 e no jogo de volta, em Ribeirão Preto, o Santo André venceu por 1-0 com o gol do zagueiro Luiz Matheus, sagrando-se campeão e consequentemente garantiu a vaga para a Copa do Brasil de 2015.

Rebaixamentos[editar | editar código-fonte]

Porém, o Santo André deu uma sequência de rebaixamentos, quando foi rebaixado para a Série C do Brasileiro de 2011, após terminar em 18º lugar. No início de 2011, o Santo André realizou uma campanha muito horrível no Paulistão e, após terminar em último lugar somando 15 pontos, com apenas 2 vitórias e 9 empates, o Santo André foi rebaixado para a Série A2 de 2012, divisão que, desde então, disputa atualmente.

Em 2012, fez uma campanha abaixo da média no Paulistão Série A2, terminando em 14º lugar, com 22 pontos, somando 5 vitórias e 7 empates. Mas, pela Série C do Brasileiro, com um novo esquema de 2 grupos, sendo do grupo B, o Santo André fez uma péssima campanha, terminando em penúltimo colocado deste grupo, sendo rebaixado para a Série D do Brasileiro, competição no qual atuou pela primeira vez na história, sendo que em 10 de setembro de 2013, o Santo André deu adeus a competição nacional após ser eliminado nas oitavas-de-final pelo Metropolitano.

Parceria[editar | editar código-fonte]

O Esporte Clube Santo André estabeleceu uma parceria com a prefeitura de Patrocínio em 2010, onde a equipe do ABC emprestou jogadores que não estavam sendo aproveitados à Sociedade Esportiva Patrocinense para que pegassem experiência. O resultado dessa parceria foi benéfica para as duas equipes, pois no final do ano de 2010 a equipe fez uma peneirada na cidade mineira e levou as grandes promessas patrocinenses.

Mascote[editar | editar código-fonte]

São poucos os clubes do Brasil que não adotam um bicho como mascote e o Santo André é uma dessas exceções. Para homenagear o patrono da cidade, o clube adotou o apelido de Ramalhão, em homenagem a João Ramalho, um português que viveu entre os índios antes mesmo das expedições colonizadoras que fundaram São Paulo. João Ramalho foi nomeado capitão da Vila de Santo André por Tomé de Sousa, o primeiro Governador Geral do Brasil.

Títulos[editar | editar código-fonte]

NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
CBF - Brazilian Cup.svg Copa do Brasil 1 2004
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista - Série A2 3 1975*, 1981 e 2008
Paulista Championship Trophy.png Copa Paulista 2 2003** e 2014

* Apesar de ter sido campeão da Primeira Divisão (Série A2), o clube não foi promovido a Divisão Principal (Série A1) do ano seguinte.

** Nos anos de 1999, 2003 e 2004 a Copa Paulista tinha o nome de Copa Estado de São Paulo.

Outras Categorias[editar | editar código-fonte]

NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
São Paulo Copa São Paulo de Futebol Júnior 1 2003

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Vice-campeonatos[editar | editar código-fonte]

NACIONAIS
Competição Vices Temporadas
B Series Brazilian Championship Trophy.png Campeonato Brasileiro - Série B 1 2008
Campeonato Brasileiro - Série C 1 2003
ESTADUAIS
Competição Vices Temporadas
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista 1 2010
Paulista Championship Trophy.png Campeonato Paulista - Série A2 3 1974, 1979 e 2001
Paulista Championship Trophy.png Copa Paulista 1 2002***

*** Em 2002 o torneio foi dividido em duas regiões. Na região oeste do estado o torneio teve o nome de Copa Futebol Interior, enquanto na região leste foi disputado com o nome de Copa Mauro Ramos.

Hino oficial[editar | editar código-fonte]

O hino do Esporte Clube Santo André ("Santo André do Coração") é de autoria de José da Conceição Souza.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2015
Competição Temporadas Anos P Aumento R Baixa
São Paulo Campeonato Paulista 22 1982-1994, 2002-2007, 2009-2011 3
Série A2 20 1974-1981, 1995-2001, 2008, 2012-2015 3 0
Campeonato do Interior 1 2009
Copa Paulista 7 1999, 2002-2004, 2008, 2013-2014
Brasil Série A 2 1984, 2009 1
Série B 9 1986-1987, 1989, 2004-2008, 2010 1 1
Série C 10 1988, 1994-1995, 1998, 2000-2003, 2011-2012 1 1
Série D 1 2013 0
Copa do Brasil 5 2004, 2006, 2011, 2013, 2015
Flags of the Union of South American Nations.gif Taça Libertadores 1 2005


Últimas dez temporadas[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil Flags of South American Conmebol Members.gif América do Sul São Paulo São Paulo
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continental Campeonato Paulista Copa
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos. Fase Máxima
2005 B 44 27 13 5 9 41 30 CL Grupos A1
2006 B 56 38 14 14 10 47 45 1F A1 15º
2007 B 14º 51 38 13 12 13 51 50 A1 20º
2008 B 68 38 19 11 8 71 45 A2 SF
2009 A 18º 41 38 11 8 19 46 61 A1
2010 B 18º 43 38 11 10 17 53 61 A1
2011 C 16º 8 8 2 2 4 8 13 R16 A1 20º
2012 C 18º 18 18 3 9 6 14 22 A2 13º
2013 D 16º 15 10 4 3 3 13 9 2F A2 13º 1F
2014 D Não classificado A2 C
2015 D Não classificado A disputar A2 A/d


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal.
     Classificado à Copa Libertadores da América
     Classificado à Copa Libertadores da América pelo título da Copa do Brasil ou Copa Libertadores.
     Classificado à Copa do Brasil ou Copa Sul-Americana
     Campeão do Campeonato do Interior
     Rebaixado à divisão inferior.
     Promovido à divisão superior.

Maiores ídolos[editar | editar código-fonte]

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

O maior artilheiro do EC Santo André é o atacante Tulica com 63 gols marcados, em segundo lugar está Sandro Gaúcho com 58 gols, e em terceiro lugar está o meio-campista Arnaldinho com 52 gols marcados.

Torcidas[editar | editar código-fonte]

Fúria Andreense: É a maior torcida organizada do Grande ABC, com mais de 2 mil sócios, foi fundada dia 21 de outubro de 2000 por Juliano César, Júlio César e Renato Ramos. A torcida esteve presente em momentos importantes da equipe do ABC, entre eles estiveram o acesso ao Campeonato Brasileiro Série B em 2003, a conquista mais importante do Esporte Clube Santo André que foi a Copa do Brasil em 2004, e também no acesso à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro em 2008.

Esquadrão Andreense: Foi fundada em 2005, ficou inativa e voltou com força total suas atividades no Brasileirão de 2009, hoje é a torcida que mais cresce no ABC Paulista, a torcida faz uma mescla nas arquibancadas dos estilos Sul Americano e Europeu e com suas canções sempre de apoio ao Santo André.

T.U.D.A (Torcida Uniformizada Dragão Andreense): É a torcida mais antiga do grande ABC, foi fundada em 1981, e sempre esteve presente com o Ramalhão em suas grandes conquistas.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

    1. Atualizado em 18 de janeiro de 2015. O elenco está sendo montado para disputar o Campeonato Paulista da Série A2

A FPF autoriza cada clube inscrever no máximo 28 jogadores. O Santo André tem 32 jogadores e deve cortar atletas da base.

Legenda

Capitão: Capitão


Goleiros
Jogador
Brasil Neto
Brasil Paulo Vitor
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Jonas Z
Brasil Luiz Matheus Z
Brasil Rayan Z
Brasil Samuel Santos LD
Brasil Carlinhos LE
Brasil Paulo LE
Brasil Renato Peixe LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil André Bilinha V
Brasil Alisson V
Brasil Dudu V
Brasil Jackson V
Brasil Jean V
Brasil Ramalho V
Brasil Tobi V
Brasil Alan M
Brasil Anderson Zangão M
Brasil Cacá M
Brasil Chiquinho M
Brasil Hélton Luiz M
Brasil Lucas Gomes M
Brasil Michael Nascimento M
Brasil Michael Silva M
Atacantes
Jogador
Brasil Anderson Bartola
Brasil Anderson Ligeiro
Brasil Guilherme Garré
Brasil Müller Fernandes
Brasil Rodriguinho
Brasil Tauã
Brasil Vinícius Silveira
Brasil William Dadá
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Ivan Izzo T

Rankings[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF - 2012
  • Posição: 49º
  • Pontuação: 398 pontos
Ranking IFFHS de Clubes Sulamericanos (2001-2010)
  • Posição: 168°
  • Pontuação: 168 Pontos[4]

Clássicos[editar | editar código-fonte]

As suas principais rivalidades são com o São Caetano e com o São Bernardo, devido ao fato por essas equipes fazerem parte do ABC Paulista. Também existe uma certa rivalidade com algumas outras equipes como por exemplo o Mauaense porém, pelo fato dessas equipes estarem em divisões diferentes elas só se enfrentam em ocasiões especial como por exemplo em partidas amistosas ou até mesmo em campeonatos de base.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências