Etra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Demofoonte (?) libertando Etra, cílice ático (470–460 a.C., Coleções Estatais de Antiguidades (Inv. 2687).

Etra, na mitologia grega, foi a mãe de Teseu, e filha do Rei Piteu.[1]

Nascimento de Teseu[editar | editar código-fonte]

Egeu, filho de Pandião II e rei de Atenas, casou-se com duas mulheres, Meta, filha de Hoples e Chalciope, filha de Rhexenor, mas não teve filhos com nenhuma delas; temendo perder o reino para seus irmãos (Palas, Niso e Lico), Egeu consultou a Pítia, mas não entendeu sua resposta.[2]

Na volta para Atenas, Egeu se hospedou em Trezena, cujo rei Piteu, filho de Pélope, compreendendo o oráculo, fez Egeu se embebedar, e deitar com sua filha Etra.[3] Na mesma noite, porém, Posidão também se deitou com Etra.[3]

Referências

  1. AETHRA, Greek Mythology Index (em inglês) mythindex.com. Visitado em 15 de outubro de 2010.
  2. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.15.6
  3. a b Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 3.15.7
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Etra
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.