Facundo Quiroga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Facundo Quiroga em traje militar federalista.

Juan Facundo Quiroga (27 de novembro de 1788 , La Rioja - 16 de fevereiro de 1835, Córdova) foi um caudilho argentino, militar, político e defensor do Federalismo (Confederação Argentina).

Foi assassinado em 1835 quando foi cercado por cavaleiros e morto com um tiro na cabeça. Ficou conhecido como ""Tigre de los Llanos""[1] por matar uma puma quando criança. Também é considerado um herói em seu país por defender a igualdade de condições entre os povos e lutar contra o Centralismo Portenho.

Referências

  1. Secretos en la tumba: el caudillo riojano (em espanhol) La Nación. Visitado em 8 de junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Facundo Quiroga
Ícone de esboço Este artigo sobre a Argentina é um esboço relacionado ao Projeto América do Sul. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.