Fetichismo por látex e PVC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde fevereiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Mulher com um catsuit de látex.

O Fetichismo de Látex é o fetichismo sexual vindo do estímulo do Látex.

O Fetichismo de PVC é vindo do estímulo do PVC.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Uma razão pela qual látex, PVC e outros tecidos brilhantes apertadas podem ser fetichizados é, talvez, que a peça faz uma "segunda pele", que atua como um substituto fetichista para a pele do próprio usuário. Assim, os usuários do látex próximo à pele, roupas apertadas ou de PVC podem ser percebidas pelo observador como estar nu, ou simplesmente revestidas de uma substância brilhante como a pintura. Látex e PVC também pode ser polidos para serem brilhantes e também podem ser produzidos em cores brilhantes, adicionando mais estímulos visuais para adicionar às sensações físicas produzidas pelo material. O aperto das roupas também podem ser visto como uma espécie de bondage sexual. O cheiro de borracha do látex é também uma excitação para alguns fetichistas de borracha, e essa peça de vestuário normalmente são impregnados com produtos químicos para melhorar o odor. Alguns rubberists também apreciam a idéia de exibicionismo e alguns fantasiam sobre sair em público usando roupas de fetiche. Alguns fazem isso.

Uma razão convincente que as pessoas são atraídas por usar borracha é a sua capacidade transformadora. Como acontece com qualquer traje, um rubberist pode imaginar-se com uma nova identidade, especialmente uma que permite um código de comportamento diferente.

História[editar | editar código-fonte]

PVC é um material brilhante que pode ser usado para o vestuário de street wear regular (capas de chuva) a Hazmat de PVC e outras formas de vestuário protector industrial. E assim como o látex este material se tornou mais conhecido como o material de fetiche nas décadas de 1960 e início de 1970. Durante essa época botas e roupas feitas de PVC e vinil foram feitas e usadas em áreas públicas em alguns lugares. E na mídia o mais óbvio foi o programa da TV britânica The Avengers.

Roupas de Látex[editar | editar código-fonte]

O fetichismo de Latex muitas vezes envolve vestir-se no material, ou observando-o usado por parceiros sexuais, ou fantasias sobre usuários de látex próximo à pele ou outras peças de vestuário, como mergulhadores e trabalhadores vestindo roupas de proteção industrial.

Roupas de PVC[editar | editar código-fonte]

As roupas de PVC são vestimentas plásticas com um brilho natural. O vinil é um material que é mais popular que o látex.

Um estereótipo comum é a imagem de uma dominatrix vestindo uma vestimenta de látex ou de PVC.

Látex na Moda[editar | editar código-fonte]

Duas mulheres com algemas e minissaias e tops de látex

O aparecimento da Internet levou a uma popularização do mundo do fetichismo de látex, particularmente com a emergência de fornecedores especializados em sites de vendas como o eBay e a popularização de sites comerciais, que oferecem fotos ou vídeos de modelagem de fetiche de látex.

Entre as inúmeras revistas especializadas rubberist dedicado a este fetiche estão AtomAge, Dressing for Pleasure, Marquis e Skin Two.

PVC na Moda[editar | editar código-fonte]

Nos últimos anos, o látex e o PVC têm aparecido na mídia, em filmes como a série de filmes de Batman, Matrix ou Underworld, na série de televisão Alias, alguns clipes de artistas como Britney Spears, Kylie Minogue, Rihanna, Lady Gaga, Avril Lavigne ou mesmo na moda.

Estilistas como Jean-Paul Gaultier, Yves Saint Laurent, Pierre Cardin e André Courrèges têm usado o PVC em suas coleções. Desde 2010, o PVC tem sido o alvo da moda.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

[1] [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]