Garagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma garagem de um edifício, em Belo Horizonte.

Garagem (também escrito garage - termo oriundo do francês garage) é um lugar próprio para se e estacionar e guardar veículos. Geralmente está anexa a uma casa, a um apartamento ou a uma sala comercial.

Diferencia-se do estacionamento porque este é necessariamente pago e constituído como empresa com fins de lucro, concessão pública ou concessão a instituições filantrópicas.

Se localizada em um condomínio comercial ou residencial, a manutenção da garagem pode ser incluída conjuntamente à das instalações comuns, em função da natureza da vaga. É possível também alugar ou ceder a vaga de garagem a outrem.

Fatos[editar | editar código-fonte]

Até o final do século XIX não havia garagens: apenas estábulos e instalações do gênero, para abrigar cavalos. Em cidades ou bairros muito antigos percebe-se a total ausência de garagens, em função de sua desnecessidade àquele tempo.

Nas cidades brasileiras, até o final dos anos 1960, era comum a existência de edifícios sem garagem (ou com quantidade de vagas menor que o número de apartamentos ou salas comerciais) no centro das cidades, em função da ausência de automóveis por parte de seus moradores ou usuários, que podiam resolver seus interesses sem depender de automóveis.

Com a disseminação dos automóveis, a garagem tornou-se benfeitoria fundamental em qualquer imóvel e sua ausência o desvaloriza. Praticamente qualquer imóvel vendido hoje no Brasil possui pelo menos uma vaga de garagem - edifícios para a classe média chegam a possuir duas ou até mesmo três vagas. É comum que os imóveis de altíssimo padrão possuam 4, 6, até mesmo 12 vagas, chegando a requintes como algumas dessas vagas serem gradeadas para guardar automóveis, motocicletas e bicicletas caros.

Críticas[editar | editar código-fonte]

Placa indicativa de uma garagem.

Os críticos das garagens afirmam que elas prejudicam o transporte coletivo, favorecendo o predomínio dos automóveis e que "roubariam" espaço das áreas comuns que poderiam ser melhor utilizados para outros fins.

Bandas de garagem[editar | editar código-fonte]

Muitas bandas musicais - principalmente de rock - em seu início precisam de um lugar para ensaiar e se aprimorar. Como ensaiar no quarto pode causar atritos familiares em função de ser um cômodo colado aos outros, essas bandas tratam de utilizar uma garagem fechada, que normalmente não está em uso para realizar seu ensaios. Tal fato tornou-se tão comum a ponto de haver vários grupos que alcançaram o sucesso tendo começado desta forma.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Garagem